quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Resenha: Amor sem Limites - de Abbi Glines



AMOR SEM LIMITES
Trilogia Sem Limites - Livro 03
Autora Abbi Glines (Diva do meu coração)
Editora Arqueiro
SINOPSE

Blaire Wynn conheceu Rush Finlay num momento muito difícil da vida dela, logo depois de perder a mãe e a casa em que morava. Filho de um astro do rock, Rush vivia num mundo de luxo, sexo sem compromisso e total despreocupação com o futuro. Exatamente o oposto de tudo o que Blaire conhecia. Mesmo com tantas diferenças, a paixão entre os dois foi arrebatadora. Porém Rush guardava um segredo de sua família que levou ao fim do namoro e a um período de tristeza absoluta para o casal. Mas eles já não sabiam viver um sem o outro e cederam de novo àquele sentimento irresistível. Agora Blaire está grávida, eles estão felizes e planejam se casar. Mas nem tudo está garantido. O pai de Rush chega trazendo más notícias e novamente os antigos problemas de família podem fazer com que os dois se afastem.

RESENHA

Terceiro e último volume da trilogia Sem Limites, da autora Abbi Glines. Após me deleitar com os dois primeiros livros da estória de Blaire e Rush, neste livro a autora não amenizou em nada para os nosso casal.

O livro inicia de maneira deliciosa, encontramos Blaire e Rush curtindo uma nova vida. A formação de uma nova família, uma gravidez tranquila, reuniões de amigos e claro os preparativos para casamento e nascimento do pequeno herdeiro. E é tão gostoso de ler essa felicidade estampada em cada página e reconciliações pendentes. 

"- Eu te amo Blaire. Estou muito orgulhoso de você ser a mãe do meu filho. 
Eu quero que todos saibam e nunca duvide disso."

Mas infelizmente nem tudo são flores. A irmã má de Rush está causando problema e todos acreditando que somente ele poderá deter Nan. O problema é que Nan possui uma habilidade de destruir a paz de todos, com isso acaba afetando ao casal. Evidente que para Rush, a sua irmã má é apenas pessoa sofrida por incidentes da vida, afinal ela não teve base familiar adequada. 

Após alguns acontecimentos, alguns causados pela Cruel Nan, Blaire percebe que ela e nem o seu filho são prioridades na vida de Rush. Acaba tomando decisões que a afeta diretamente a Rush, fazendo-o acorda para sua atual realidade. E então tudo se torna suspiros e mais suspiros de tanto amor e felicidade.

MINHAS IMPRESSÕES

Devorei esse livro e mais uma vez suspirei com jeitinho fofo-hot da escrita de Abbi Glines. O livro tem a narração na primeira pessoa dividida entre a Blaire e o Rush. Gostei muito da relação do casal nesse livro, a maneira que cada um cuida do outro. 

Você fica sonhando com esse romance!

O livro conseguiu me prender, a trama discorre deliciosamente, como sempre. A narrativa continua sendo maravilhosa, que me deixou tão envolvida que senti cada emoção dos personagens. Mesmo a estória sendo meio clichê e não havendo novas tramas ou reviravoltas, Amor sem limites me conquistou, aqueceu meu coração e me arrancou lágrimas tanto de alegria como de tristeza. 

Nosso rebelde e Bad-fofo, Rush, me surpreendeu com atitudes super-românticas e decidas, provando que amadureceu e que agora sabe quem vem em primeiro lugar em sua vida. Já Blaire tornou-se mais forte e independente, sem dúvidas voltou a ser a garota com determinação vinda do Alabama. Todos os personagens secundários continuam cativantes, exceção é claro da Nan, que continua irritante e insuportável como sempre. 

O casamento foi a parte mais emocionante de todo livro. Houve uma bipolaridade de emoções: muitas lágrimas, muitos sorrisos e dei gritinhos. Ocorreram muitas surpresas também, que fiquei falando sozinha “Meu Deus que lindo!”. Eu só fiquei lamentando que a chegou ao fim dessa trilogia gostosa de ler. 

Mesmo com fim da Trilogia Sem Limites, á serie Rosemary Beach ainda não acabou. E é neste livro que conhecemos Harlow, uma nova personagem, tudo leva a crer que vai fará par com o fofo do Grant. O pouco que li sobre este casal nesse livro, os personagens já me conquistaram. Vamos esperar pelo livro deles. A Della e o Woods de Estranha Perfeição também aparecem, deixando no ar que o próximo livro deles promete fortes emoções. 
Agora vamos aguarda mais dos livros deliciosos e tentadores clichês de Abbi Glines... 

E confesso que quero muito mais!



Resenha: O Príncipe Gato e a Armada da Noite - Bento de Luca

O Príncipe Gato e a Armada da Noite
Livro 3
Bento de Luca
Editora Novo Século


Sinopse: Recém-saído de uma grandiosa batalha, o Príncipe Gato retorna a São Paulo, onde enfrentará um novo e poderoso oponente. Entretanto, ele não terá de lutar sozinho — seus velhos amigos o acompanharão na mais perigosa jornada de suas vidas. Não bastasse o inimigo em ascensão, o grupo deverá encarar a busca por um artefato milenar que resguarda as forças primordiais de Marshmallow. Novas criaturas e enigmáticas magias envolvem o felino em uma trama ainda mais sinistra. Será a coragem e o empenho do grupo páreo para o poder maligno do Fauno Negro? A Armada da Noite marca o fim da trilogia O Príncipe Gato, revelando antigos mistérios dos personagens e pondo-os à prova em desafios de tirar o fôlego. Não deixe de conferir o desfecho dessa empolgante aventura idealizada por Bento de Luca.

Resenha

Chegamos finalmente no desfecho da estória do Príncipe Gato. Após a grande guerra que ocorreu no final do livro 2 e do renascimento do Hugo no corpo de um gato preto, os personagens talvez pensassem que teriam um pouco de paz. Mas não é isso que acontece, nem remotamente. Hugo, por nenhuma razão aparente resolveu pular em um buraco de minhoca e voltar para o mundo dos humanos. O Príncipe Gato e Eleanor então não perdem tempo e vão atrás dele. Mas eles acabam tendo uma surpresa, pois ao invés de irem parar em São Paulo eles acabam no Rio de Janeiro. E agora o Príncipe e Eleanor  tem de localizar o Hugo em uma cidade completamente nova para eles.

- Hummm… Espero que esteja certo. Temos de achar logo aquele humano doido! Aliás, gato doido que outrora viveu na pele de um humano maluco! - corrigiu com perspicácia. - Não entendo a atitude dele! Depois de enfrentarmos todos os perigos, e conseguirmos o milagre de devolver sua vida, é assim que retribui?

O Príncipe não entende qual é o problema do Hugo, que ao seu ver deveria estar feliz, afinal está vivo novamente. Mas o Hugo não parece exatamente feliz, na verdade ele parece muito confuso e misterioso. Ele está tentando se acostumar com o fato que agora é um gato, e além disso, fica bem claro para todo mundo que ele está escondendo alguma coisa (viu, misterioso). Quando os dois amigos finalmente conseguem encontrar Hugo, o mistério aumenta ainda mais.. pois ele está carregando alguma coisa encoberta por um tecido escuro. E essa coisa é razão pelo qual ele foi ao Rio. Mas quando questionado sobre isso, Hugo apenas afirma que eles precisam voltar para São Paulo. 

Restava saber o que aquele encontro maluco representava. Teria sido mero acaso termos caído no Rio de Janeiro? Creio que não! Mas estava certo de que aquele gato preto escondia algo.

Após cumprir a "missão" no Rio, eles voltam para São Paulo, onde a verdadeira batalha final irá ocorrer (viva, não irão destruir a minha cidade!). O Fauno Negro já está por lá e aparentemente não perdeu tempo. Os habitantes da cidade aos poucos parecem ser colocados sob um feitiço e a cidade vira um verdadeiro campo de batalha. Mas por sorte o Príncipe, Eleanor e Hugo não terão de enfrentar os temíveis feiticeiros sozinhos. Eles contarão com a ajuda de seus amigos que lutaram com eles na última vez: Thomaz, Estanislau e Kyra. E também com um novo aliado, Lino, um coelho que é capaz de realizar feitos mágicos realmente impressionantes e que acaba dentro deste aventura graças ao Estanislau, que pediu sua ajuda para conseguir viajar para São Paulo. Por sinal, o último pônei selvagem está extremamente determinado a salvar o seu amigo Lian e não permitirá que nada nem ninguém o impeça. 

- Há certas tarefas destinadas a você, Hugo, tenho certeza disso, mas algumas somente serão resolvidas pelo nobre Príncipe e outras, ainda, por este velho rato. Cada um veio a São Paulo para carregar o próprio fardo, mas isso não nos impede de caminharmos juntos…

Através do objeto resgatado por Hugo no Rio, esses incríveis personagens irão seguir pistas e correr contra o tempo para conseguir desvendar o mistério deixado por Adir, que poderá ser a única solução para impedir que o mundo dos humanos e Marshmallow sejam destruídos. Agora eles devem deixar qualquer desavenças de lado e unir forças para triunfarem na maior batalha que eles já viveram. E isso será ainda mais complicado para Hugo, que está tentando encarar o seu novo futuro como gato, sem porém conseguir deixar o passado com sua amada para trás.

Quando vi esse livro disponibilizado pela nossa parceira Novo Século, eu não pensei duas vezes e disse que queria. Eu estava louca para saber o final dessa aventura.
Assim como ocorreu nos outros dois livros, eu dei 4 estrelas para esse. Eu gostei da estória novamente, ela é bem leve e divertida de ser lida. Só tem duas coisas que não me agradaram, o excesso de pontos de exclamação e de adjetivos a cada vez que um personagem é citado. Mas de forma geral é um ótimo livro. Não sei se esse era o foco dos autores, mas eu acho a estória bem voltada para o público infanto-juvenil, mas se você chegou no livro 3, então você já deve ter percebido isso…
Eu particularmente amo as capas dos livros da série porque elas sempre mostram dicas dos livros, o que me lembra das capas de HP. Outra coisa que eu amo são os desenhos que tem dentro do livro, são muito fofos e perfeitos! Todo o trabalho gráfico do livro é excelente, por sinal. 
Quem acompanhou essa estória até aqui não ficará decepcionado com o desfecho. Mas   devo avisar que tenho sérias dúvidas se realmente é o fim. Obviamente que eu recomendo o livro. Boa leitura e divirta-se mais uma vez com o Príncipe Gato e Hugo!

Costumam dizer que a curiosidade matou o gato. Eu passei a entender essa colocação - ela é muito verdadeira. Esperava, portanto, do fundo do meu coração, que eu não morresse naquela empreitada.

Sobre os autores

Marcelo Siqueira Silva nasceu em 1987 em São Paulo, onde se formou em Naturopatia. Na mesma cidade, seu primo, Gustavo Costa de Almeida Siqueira, nascido no ano de 1986, formou-se em Gestão Ambiental. O interesse por escrever surgiu logo cedo, e não tardou para que definissem similar estilo dentro do gênero Fantasia. Criaram diversos contos e histórias durante nove anos e, no ano de 2009, resolveram iniciar um novo projeto, a trilogia: O Príncipe Gato, através do pseudônimo Bento de Luca. Possuem a forte crença de que existem histórias com o potencial de criar conceitos e despertar nossas emoções; histórias estas a serem contadas, celebradas e recordadas.




terça-feira, 28 de outubro de 2014

Resenha: Kelly Hamiso - Padma

Kelly Hamiso - Padma
Novo Século

Sinopse

Jéssica é uma garota de dezessete anos, estudiosa, bonita e rica, que havia ganhado uma segunda chance. Numa visita à casa de sua avó, em São Paulo, conhece um grupo de amigos e Beto, rapaz rebelde que, entre cigarros, bebedeiras e rock’n'roll, está longe de ser o homem ideal, mas sua indiferença o torna irresistivelmente fascinante. Tinha tudo para ser mais uma história de amor, exceto por um detalhe: os dois não sabiam que essa união os transformaria em peças de um jogo entre membros de uma organização e um homem ambicioso; todos manipulados por Arimã, o anjo corrompido. Para que consigam ficar juntos, Jéssica e Beto precisarão revelar segredos, aprender a perdoar, interpretar sonhos e acreditar que não estão sozinhos. Entre vícios, brigas, uma flor que inspira e seres sobrenaturais, está Padma, em busca da luz.

Resenha

Logo que o livro se inicia somos apresentados a uma estória se passada em tempos antigos onde uma jovem camponesa muito bela vira objeto de cobiça de um feiticeiro amigo do rei e senhor daquelas terras e é obrigada a se casar com o feiticeiro para livrar o pai da morte e sendo separada do seu grande amor. 

A trama gira em torno de Jéssica, uma jovem de dezessete anos, dona de uma beleza que deixa os homens fascinados, herdeira de uma família muito rica e modelo famosa em Nova York, porém uma menina que não liga para nada de dinheiro e faz na verdade as vontades de sua mãe. Ela tem um chofer que cuida dela e que possui um carinho especial, como se fosse o pai que ela perdeu como criança. Porém não é bem assim que Sérgio se sente em relação a ela, mesmo estando cuidando dela desde criança se apaixonou perdidamente por ela, e seu plano é em breve tê-la como mulher.

Jéssica sempre tem sonhos muito estranhos sendo ela uma outra mulher, em outros tempos e esses sonhos aos pouco farão Jéssica se convencer de que não são apenas sonhos sem nenhum fundamento.

A mãe de Jéssica, Dona Isaura, é de origem pobre e quando casou-se com um homem rico se afastou da família. Jéssica pelo contrário tem muito apreço pela avó e seus familiares pobres, mas por morar em Nova York não sobra muito tempo para vistá-los, mas quando ela volta para o Brasil por um tempo resolve passar uns dias com a avó e lá acaba conhecendo a vizinhança e fazendo amizades, e claro com sua beleza começa arrasar corações por lá. Os irmãos Bento e Beto irão se encantar pela menina. Mas quem vai roubar o coração de Jéssica é Beto, que um badboy que as circunstâncias da vida o levaram para um caminho tortuoso e ele não quer que Jéssica se envolva com ele e estrague seu futuro.
"-Ele nem sabe que moro em Nova York. Na verdade ele tem complexo de inferioridade, acha que não merece nada  nem ninguém. Imagine se ele soubesse quem sou? Um bela porcaria de herdeira."
Muita coisa vai acontecer para que os dois não fiquem juntos, tudo obra de um anjo corrompido chamado Arimã que fará de tudo para impedir que o casal fique junto e o leitor vai entender o porquê de tudo isso ao longo da trama. 

Minhas Impressões

Como não ficar encantado com essa capa linda e este título um tanto intrigante, então logo que fiquei sabendo desse livro corri para ler sinopses e resenhas que me deixaram bem animadas pela leitura, conversei com a autora, que é uma fofa e me presenteou com o livro, fiquei super feliz e assim que recebi o livro iniciei a leitura.

O livro é narrado em terceira pessoa e contém 510 páginas que o leitor nem percebe de tão gostosa que é a leitura. Os personagens são muito cativantes, até os secundários me conquistaram. Queria muito que o Sérgio tivesse tido uma participação maior na trama, tinha ele como um grande vilão em potencial, esperava um pouco mais desse personagem.

Quanto ao casal protagonista eles roubaram meu coração, sofri e vibrei com eles do início ao fim. Jéssica que de início pareceu uma menina bobinha mas que mostrou grande força e mostrou-se decida e com personalidade forte.

A mãe de Jéssica, Dona Isaura, me surpreendeu com suas atitudes e ganhou meu respeito, comecei odiando e depois passei a admirá-la.

Sheila e Tucaio são personagens secundários muito amáveis, a história de vida de Sheila me deixou emocionada, depois de tudo que ela passou, se mostrou forte e não perdeu a fé, Tucaio também me surpreendeu mostrando seu valor. 


O livro tem uns trechos bem divertidos que adorei e eu até gostaria de partilhar com vocês mas eles contém um pouco de spoiler então achei melhor não comentar.


A trama é bem amarrada e não deixa fios soltos, quando o leitor pensa que tudo está calmo, a autora vem e coloca uma reviravolta, acreditem tem surpresa até as últimas páginas.

O significado do nome do livro e da capa farão todo o sentido, gostei muito do significado da flor dentro da trama e do romance, tudo se encaixou perfeitamente.

Uma estória de amor, reencontros e com um toque sobrenatural, que para mim foi na medida certa, eu particularmente adoro estórias com anjos caídos e esta me agradou bastante por fugir um pouco do tema batido de uma garota que se apaixona por um anjo.

Recomendo muito a leitura para quem ama romances com um toque sobrenatural.

Classificação


Sobre a autora

Kelly Hamiso nasceu na capital de São Paulo em 7 de setembro de 1978. Desde os treze anos (apesar de achar que foi muito antes disso) adora escrever, criar histórias e personagens, sempre compartilhando suas aventuras e seus amigos imaginários com sua melhor amiga Sheila. Cursou Letras na UNIFIEO, casou-se aos vinte e três anos e tem um filho, com quem também divide suas histórias. Dois de seus contos, “Chocolate e Água Mineral” e “Segredo de Lourdes”, podem ser conferidos no site http://www.kellyhamiso.com.br, além de outras paixões.  



segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Resenha: Escorted ( Acompanhante) de Claire Kent


Escorted ( Acompanhante)
Autor(a) : Claire Kent
Minha música tema : Tonight ( John Legend cover) - SoMo
Classificação : 4,5 / 5


Ela contratou ele para tirar sua virgindade… Mas agora ela quer mais. Se prepare, porque você também vai querer…

Sinopse: Lori podia ser uma romancista famosa, mas nunca foi nada além de um fracasso com relação a sexo e amor em sua vida pessoal. ainda virgem aos vinte e seis anos e cada vez mais frustrada com sua inexperiência, ela decide resolver o assunto com suas próprias mãos e contrata um talentoso e sexy acompanhante para cuidar de sua inconveniente virgindade. Ela presume que uma noite com Ander será suficiente, mas nunca imaginou quanto prazer ele poderia fazê-la sentir. Uma noite não foi suficiente. Duas noites não foram suficientes, e logo ela se torna uma das suas clientes regulares. Lori sabe que nada seria mais tolo quanto se apaixonar por seu acompanhante pago, mas ela nunca foi sábia com seu coração. E, apesar de seu profissionalismo, ele não parece totalmente imune a ela também. 

Depois de ler a sinopse você pode até achar que o livro vai ser só sexo. O tempo tooodo. Mas está enganado, my friend. O livro já começa com a nossa determinada, sarcástica e completamente amável Lori, marcando um encontro com o Ander, nosso gigolô. E assim que batemos os olhos nele, dá pra saber o porquê da grande clientela. 
Sério, o cara me lembra o ator de Prison Brake, em toda sua glória com aquele com olhos azuis acinzentados e careca, com um corpo de fazer inveja!

Ander foi um “professor” e tanto para nossa Lori, que como você viu na sinopse, não conseguiu se contentar com uma sessão só, [até eu entendo a coitada, ;) hahaha] e durante todo livro nós podemos ver como a relação que era para ser totalmente profissional vai se tornando algo mais. 
Eu adorei perceber mínimos detalhes que mostravam que os dois estavam se preocupando um com o outro mais do que deveria, porque durante os primeiros capítulos, Ander principalmente, era mais fechado. Sim, meu coração inflou quando percebi umas crises de ciúmes alí e aqui, um olhar diferente, um charme a mais … *suspiros*



“ - Apenas tente, Lori. - Ander diz, sua voz um pouco grossa. Ela podia sentir sua respiração em sua pele. - Me beije."

Algo que eu gostei bastante, foi o jeito como a Lori pensa. Ela não tem medo de perguntar, de querer saber mais e sabe quando deve ficar quieta. Ela é uma personagem bastante inexperiente em relação à sua vida amorosa mas diferentemente de grande parte das outras mocinhas dos livros de romances adultos, não é forçado. 

- Eu acho que eu continuo esperando que alguém me escolha, me queira, sobre todas as outras mulheres que ele poderia ter.”

Em vários momentos do livro, eu me peguei pensando “ Ai meu Deus, porquê não têm a visão do Ander aqui?! Eu preciso saber o que ele está pensando” E….. Para a todos que como eu estavam assim, nossas preces foram atendidas ! A srta. Kent escreveu a versão dele da coisa toda! *o* SIIIIM, têm POV ( ponto de vista) do Alexander, bebê e se chama Breaking. ~gritos

O livro têm uma pegada “Uma Linda Mulher” ás avessas que eu curti bastante. A escrita da Claire é leve e mesmo com o sexo na maioria das vezes, não tornou a leitura pornográfica, nem maçante ou algo do tipo. 

"A vida não é sobre finais perfeitos felizes. Eles são impossíveis neste mundo. A vida é sobre escolhas. E então, sobre deixar ir o que nós não escolhemos. "

Infelizmente, o livro não têm seus direitos comprados aqui no Brasil * o choro é livre* , mas faz como eu e dá um jeitinho de ler. Foi gostoso pra mim e pode ser pra você também ! hahahah Você vai ler né? Por miiiim <3 hahahaha sem pressão! 

xoxo

domingo, 26 de outubro de 2014

Aconteceu: Identidade Literária 2014 - Rio de janeiro

Mais uma grande festa aconteceu no meio literário ontem na Livraria Cultura, Cine Vitória - RJ, Prêmio Identidade Literária, organizado por Roxane Norris e Novos Escritores.



Rafael Goldcom da Editora Valentina abrindo o evento, dando um show de ensinamento para o autor principiante.

Rolou um agradável bate-papo entre autores e as blogueiras: Juliana Skwara (Novos Escritores), Lia Christo (Doces Letras), Renata (Escuta Essa) e Nizete (Cia do Leitor).
Primeira mesa composta dos autores: Cris Motta, Livia Araujo, JC Ponzi, Flávio Galindo, Adriana Igrejas, Danilo Barbosa, Vanessa Bosso e Marcos de Moraes.

Segunda mesa composta dos autores: Fernanda Belém, Lucas Borges, Josy Stoque, Lu Piras, Edson Gomes, Sidney Santborg, Mauricio Gomyde e  Priscila Xavier

Tivemos também a presença dos blogueiros e amigos Escuta Essa, Lia Christo, Mariana Mortani, Thatiana Mortani, Any Alves, Evany Bastos que vieram prestigiar os autores indicados.



O Momento tão aguardado, todos já estavam ansiosos para saber quem foram os ganhadores do Identidade Literária 2014 através do voto popular. 
E com muita alegria os ganhadores por categorias, foram anunciados por Janaína Rico e Kátia Navarro.
Lívia Araújo ganhadora do troféu como Autora Identidade Literária 2014.

JC Ponzi escritora do livro Seduzida Pelo Perigo, Obra vencedora do Identidade Literária 2014.

Foi muito bom gente estar com vocês , a participação de todos enriqueceu este memorável evento, deixo aqui meus sinceros agradecimentos em nome da equipe Identidade Literária. 

Ano que vem a Identidade Literária acontecerá em Minas Gerais!!!

Bjos!

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Resenha: Fortaleza Negra - de Kel Costa


Fui surpreendida ao chegar em casa e deparar com um embrulho da parceira do blog Editora Jangada,  um kit lindo envolto em uma caixa personalizada dentro contia com livro, marcadores e uma aventura de tirar o fôlego.

Fortaleza Negra
Trilogia Fortaleza Negra - Livro 01
Kel Costa
Editora Jangada

Sinopse: De uma inóspita região da antiga União Soviética, vampiros, até então considerados criaturas lendárias, surgem inesperadamente e põem fim à Guerra Fria em 1985. Usando seu poder mental extraordinário e sua força sobre-humana, os Mestres da Realeza Vampírica exigem a rendição dos líderes mundiais e se autoproclamam senhores absolutos do planeta. 


Anos depois, vivendo num mundo de relativa paz entre humanos e vampiros, Aleksandra Baker, uma garota de 17 anos, se ressente por não ter a mesma liberdade que os jovens do passado. Agora, além de viver sob o jugo dos vampiros, Sasha, como é chamada por todos, está apavorada com uma nova ameaça, a invasão de predadores letais: os mitológicos! 



Em 2013, diante dos terríveis ataques de centauros e minotauros, a família Baker não vê outra saída a não ser se mudar para a Rússia e morar entre os muros do único lugar onde é possível viver livre dos seus ataques: a impenetrável Fortaleza Negra, reduto da Realeza Vampírica. 


Mas a ideia de se mudar para a Fortaleza não agrada Sasha. Ela não gosta de vampiros e para o seu desespero, Helena, sua melhor amiga, vai ficar para trás, correndo perigo constante. O que a adolescente ruiva não esperava era que os Mestres da Realeza Vampírica fossem tão fascinantes. Principalmente Mestre Mikhail, que parece ter uma implicância gratuita com a garota e sempre a deixa nervosa com seu jeito arrogante e autoritário.

Dividida entre viver uma vida trivial ao lado dos novos colegas de escola ou se envolver num mundo cheio de segredos, jogos de poder, sedução e protocolos da Realeza, Sasha ainda precisará encontrar uma forma de levar Helena para a Rússia e se manter a salvo dos mitológicos que rondam a Fortaleza. 

A única esperança são as pesquisas do seu pai, um biólogo que estuda uma forma de extinguir de vez essas criaturas. Para isso ele conta com a ajuda de Blake, um prodígio adolescente, que balançará o coração de Sasha. Mas a jovem talvez já esteja envolvida demais com a obscuridade de Mestre Mikhail... 

RESENHA:

O que escrever quando um livro te pega de surpresa pelo pé e te arrebata de forma esplendorosa?

Quando iniciei a leitura de Fortaleza Negra, tinha certeza de que possuía em minhas mãos um épico da literatura fantástica. A Torre e o minotauro na capa me passou essa impressão e ao ler a breve sinopse, percebi que existia um “algo” mais, um enigma a ser decifrado, era um desafio e foi uma grande surpresa.

Fui surpreendida por uma história inovadora, com seres já conhecidos por leitores de todo o mundo, Vampiros, guerreiros, seres místicos, no entanto, foram apresentados de forma diferente e inesperada.
Nós humanos deixamos de ser regidos por governantes de nossa espécie. Após tantos anos vivendo no anonimato entre humanos, cinco vampiros originais titulados por “Mestres” resolveram colocar ordem na casa, pra ser mais exata no planeta, que foi transformado num caos criado por nós mesmos, com guerras, destruição da natureza, desordem, etc. E de certa forma deu certo, após dominar a terra, vampiros e humanos passaram a viver civilizadamente na mesma terra, desde que ambos cumprissem os tratados de paz, então a harmonia e preservação de nossa espécie estaria garantida. Os humanos deveriam apenas esforçassem para obedecê-los e respeitá-los a fim de manter a paz mundial jamais conquistada por nossos antigos governantes. E assim se fez.

Os “Mestres” construíram para si uma morada na Russia, chamada Fortaleza, onde apenas vampiros e humanos “especiais” selecionados pelos novos regentes, viveriam na metrópole em torno da torre principal, lar dos mestres, protegidos por enormes muralhas em torno de toda a cidade.
Do outro lado da muralha, em cidades vizinhas e países distantes, a situação era diferente. Seres místicos chamados Mitológicos, - regidos por Centauros e seu exército de Minotauros - queriam não só acabar com a paz, mas com a vida humana no planeta, seus objetivos eram desconhecidos, sabendo-se apenas que a fonte de alimentação dos vampiros poderia ser exterminadas da face da terra se não tomassem alguma providencia. Os humanos estavam em pânico, pois as investidas desses seres eram cada vez maior e as baixas tornaram-se incontáveis.
Foi nesse impasse que conhecemos a nossa protagonista Aleksandra Baker, uma jovem de 17 anos que fora obrigada deixar sua vida nos EUA pra trás, para viver na grande Fortaleza junto com seus pais e irmão mais novo. Sr. Johnathan Baker um renomado cientista, descobridor de uma certa fórmula para exterminar os Mitológicos chamou a atenção dos “mestres” que o queria por perto para dar continuidade nas pesquisas em segurança. Foi assim que a família Baker conseguiu o passe para viver na Grande Fortaleza Negra, livrado-se do perigo iminente. 

Sasha e sua família viajaram para Russia onde viveria o resto de seus dias sob os cuidados dos 5 mestres e seu exército de vampiros. Aliás, ninguém jamais vira a face dos originais, viviam no anonimato e não se permitiam serem vistos por humanos. Mas, a presença da família Baker na Fortaleza mudaria a rotina de todos,  regras seriam quebradas e suas histórias seriam reescritas.

Sasha ficaria cara-a-cara com os originais e viveria uma nova intensa vida, cheia de desafios e riscos das quais jamais imaginara passar um dia. Estava ela predestinada a viver tal aventura?
Impressões: 

Uma vez, aqui na internet, declarei meu amor por dois vampiros de livros diferentes: Damon (Diários do Vampiros) e Dr. Richard (Adeus a Humanidade), aprecio a masculinidade, um homem de decisões conflituosas à sua natureza, gosto do mal lutando para se manter mal e sendo consumido pelo bem, enfim, sou adepta aos bad-men. Não que Dr. Richard seja um bad, mas, ele é "O" vampiro. Encontrei mais um amor e formou-se o trio de deliciosos vampiros, Mikhail é o mais novo do grupo! 
O que é isso gente, me tornei uma monstra, uma ninfomaníaca quarentona? Rsrsrs

Pense em um homem másculo e sexy, pense nele dotado de super poderes e “poder”, um homem respeitável, temido, destemido, sério por fora e irônico por dentro, lindo, MUITO lindo, o perfeito mesclando-se na imperfeição de sua própria natureza, e uma pitada de “algo mais”. Misture tudo e nasceu Mikhail. Hoje posso declarar o meu amor incondicional pelo ma-ra-vi-lho-so Vampirão, seu jeito sombrio, sua indiferença e virilidade é o que detona o coração de uma mulher. 
Por ser um original, passou séculos vagando na terra ao lado de seus irmãos, Klaus, Nadia, Nikolai e Vladimir, assistindo a evolução do homem, acompanhando as mudanças do planeta e a transformação das pessoas a cada geração, sem nunca se misturar ou envolver-se emocionalmente com humanos. Seus únicos contatos eram apenas para alimentar-se de sangue humano e satisfazer-se nos prazeres carnais.

Até que conheceu a atrevida e corajosa Aleksandra Baker, uma jovem audaciosa e inteligente. Muitas vezes movida pela emoção comete alguns deslises que a deixa em situações embaraçosas e até perigosas, tinha como hábito quebrar regras com sua língua afiada, perdia a compostura diante de seus superiores quando os olhava nos olhos e falava o que pensava. Não tinha medo, mas ponderava suas atitudes por respeito aos mais fortes, (Vampiros SEMPRE serão mais fortes que humanos, vamos ser corajosos e não burros de enfrentá-los) fato esse que atrai a curiosidade de Mikhail e a repulsa de alguns outros mestres. Eu adorei Sasha, irreverente, diferente, guerreira, tem princípios, sabe jogar e só se mete em encrencas!! Sasha é uma moça de sorte e tem sete vidas, o que ela passa durante todo o livro, foi fruto de aulas com o policial John McClane (Bruce Willis) de Duro de Matar.

O casal tem aquele recheio que completa o rocambole, ou seja, tem MUITA química. São maravilhosos juntos, o leitor viverá intensas emoções com eles. O romance é quente e avassalador para uma virgem, descobrir o amor da forma mais caliente que se pode existir é sem dúvida tirar a grande sorte. Ela tinha que ficar caidinha pelo vampirão, o cara sabe o que faz. Por sua vez Sasha é aquele tipo de garota que sabe o que quer e tem opinião própria, do tipo que se mete em encrencas com classe. (Como diz Simba: Hahaha, eu rio na cara do perigo!) Não tem como negar, esse casal é perfeito, poderia enumerar infinitas coisas que me fizeram amar Sasha e Mikhail, ainda assim  eles me surpreenderiam com mais um novo rol de qualidades.

Outro personagem que eu me simpatizei demais, foi Kurt o amigo gay de Sasha. Não pude evitar, mas tive que compará-lo com o Kurt Hummel na série Glee, usei-o como referencia para solidifica-lo no personagem do  livro, que também se chama Kurt é gay!! Isso me fez amar ainda mais esse personagem e torci até o fim do primeiro volume para que ele realizasse seu "grande" sonho, preciso que ele seja feliz e preciso ver o "tal" se desdobrando e entregando-se a um amor nada convencional. (Seria mais uma quebra de regras?) *_*

Não falarei de cada Mestre, ou irei me prolongar e acho que cada um deverá se simpatizar, ou não, pelo mestre de seu agrado. Assim como não entrarei em detalhes técnicos, pois nesse quesito, o livro está com a pontuação 10, parabéns para a Editora Jangada. 
Mas, posso resumir que os vampiros desse livro são diferentes dos já apresentados em outros livros, são sombrios, desprovidos de sentimentos, o que torna tudo mais emocionante quando pela primeira vez sentem algo "estranho" por alguns humanos. Um original que nunca foi gentil com seu alimento, sempre teve sua vontade em primeiro plano e menosprezava a nossa espécie. E vê-los desconcertados ao tratar melhor uma pessoa, nos faz querer dar piruetas! Após o tratado de paz, todos os vampiros passaram se alimentar através de bancos de sangue, o leitor ficará boquiaberto ao descobrir como os Originais se alimentam. (só pra deixá-los curiosos kkk).

Ok meninos, sei que falei DEMAIS de Mikhail. Poxa, Eu fiquei hipnotizada! Vocês poderão dar as forras babando nas gatas Sasha e Nádia. Fiquem tranquilos. ;) 

O livro é TODO adrenalina, digno de um filme arrasa quarteirão em 3D e com direito a fã clube e gritinhos estéricos  pelos protagonistas. Estou MUITO ansiosa pra ler a continuação, a autora anda torturando seus leitores nas redes sociais ao colocar alguns trechinhos do novo livro que ainda está escrevendo. Bad Girl!!!

Aconselho e indico que todos mergulhe nessa aventura, deixem-se enfeitiçar pelos mestres e entreguem-se a eles sem restrições (mas, repeite algumas regras) e medo. 
Bem vindos a Fortaleza Negra e Boa Leitura.

Tema musical que escolhi para o livro, principalmente  para as últimas 50 páginas