terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Resenha: As Pedras Élficas de Shannara - de Terry Brooks


As Pedras Élficas de Shannara
Trilogia A Espada de Shannara - Livro Dois
Terry Brooks
Editora Saída de Emergência


Sinopse: Um mal antigo ameaça os elfos: a árvore Ellcrys, criada por magia élfica perdida há milênios, está morrendo, colocando em risco o feitiço que mantém os demônios afastados do mundo. Jogar a sua semente no misterioso Fogossangue é a única forma de trazer a árvore de volta à vida e afastar os demônios. Amberle, uma jovem elfa, assume essa difícil missão. O caminho, no entanto, é perigoso, e ela vai precisar de um protetor. Will Ohmsford, herdeiro da magia élfica de Shannara, é o escolhido para acompanhá-la. Mas o temível Ceifador já conseguiu se libertar, junto com dois aliados. Será que Will conseguirá controlar a magia das misteriosas Pedras Élficas de Shannara para salvar as Quatro Terras?

Resenha

Quando vi que a nossa parceira Saída de Emergência havia disponibilizado esse livro para resenha, eu não perdi tempo e o pedi rapidamente… ok… vou confessar, na verdade eu já estava torcendo ansiosamente que esse livro fosse disponibilizado. Como não poderia, depois de um primeiro livro tão bom?
A estória desse segundo livro se inicia décadas após os eventos do primeiro. O Lorde Feiticeiro foi derrotado e desde então as Quatro Terras vem desfrutando de uma certa paz. Os elfos estão seguindo suas vidas normalmente e isso inclui os seus rituais. Um desses rituais envolve a milenar árvore Ellcrys. Segundo a lenda, essa árvore protege o povo élfico de um mal a muito tempo derrotado. Ela é responsável pela Proibição, uma espécie de barreira que impede que demônios que foram banidos em uma guerra, vencida muito antes do renascimento das raças, retornem para as Quatro Terras. E essa poderosa magia foi lançada pelos elfos, quando os homens ainda eram serem primitivos e os elfos ainda eram seres feéricos.
Porém com o passar do tempo, toda essa lenda passou a ser vista como uma simples estória, algo totalmente fictício. E são poucas as pessoas que enxergam a verdade por trás da história. Mas infelizmente a verdade não poderá mais ser ignorada. Isso porque a Ellcrys, que todos acreditavam ser imortal, está morrendo. E com ela, a barreira que mantêm todos os demônios aprisionados.

A lenda não era lenda. A lenda era verdadeira. O mal realmente estava além de uma Proibição que a Ellcrys sustentava. Apenas ela mantinha o povo élfico a salvo.
E ela estava morrendo.

E esses demônios estão extremamente furiosos dentro de sua prisão imposta. Eles querem vingança sobre os elfos e qualquer outra raça. Então se aproveitado do enfraquecimento da Proibição, os três demônios mais poderosos conseguem fugir.
Porém nem tudo está perdido. Se um dos Escolhidos (grupo de jovens elfos que cuidam da Ellcrys) levar uma semente da árvore até um lugar chamado Fogossangue e trazê-la de volta, a árvore renascerá e a barreira será refeita.
Sabendo disso a primeira coisa que tais demônios fazem é matar todos os Escolhidos, ou assim eles pensam.

Corpos jaziam espalhados por toda a sala como sacos descartados, rasgados, quebrados e sem vida. Lauren, Jase - todos os Escolhidos estava mortos, estilhaçados como que por animais enlouquecidos. (…) Ficou ali, com o horror e a repulsa a inundá-lo, com uma única palavra berrando em sua mente.
Demônios!

Na verdade existe mais um Escolhido, uma Escolhida na verdade, Amberle. Ela é a neta do Rei Élfico, que fugiu das suas responsabilidades para com a árvore e se auto-baniu das terras do oeste.
Então a única esperança que resta é Amberle levar a semente para garantir o renascimento da árvore. Simples, não? Bem, não.
Os demônios rapidamente percebem que ainda resta uma Escolhida e convocam reforços para matá-la. Mas Allanon também fará seus movimentos. Ele providencia para que Will, neto de Shea, seja o protetor de Amberle nessa viagem tão arriscada. E Will só poderá contar com as Pedras Élficas, cujos poderes ele desconhece como usar e ele teme até mesmo não poder realizar tal feito. E ele terá de descobrir como usar as Pedras o quanto antes, pois eles estão sendo seguidos, e não por qualquer demônio, mas pelo mais mortal de todos, o Ceifador.

E o demônio tinha ódio. Odiava com uma intensidade que beirava a loucura. Centenas de anos de aprisionamento dentro da fortaleza negra que jazia além da muralha da Proibição deram ao seu ódio tempo mais do que suficiente para supurar e crescer. Ele agora o consumia. Era tudo para ele. Dava-lhe poder, e ele usaria tal poder para esmagar as criaturas que lhe causaram tanta agonia

Agora todas as esperanças das Quatro Terras se concentram nessa missão, pois a magia dos elfos a muito tempo foi perdida. Eles não tem mais como se defenderem desses terríveis inimigos. Amberle e Will devem seguir em busca de Fogossangue enquanto Allanon deve ficar e tentar ao máximo proteger Arbalon enquanto Ellcrys não renasce, se ela renascer…

Esse segundo livro é bem menor que o primeiro, não só o número de páginas é inferior como a fonte do texto aumentou. Mas a qualidade continua a mesma! Esse livro foi extremamente empolgante e ele foi muito mais recheado de ação e a estória começou a assumir características mais originais, pois o primeiro estava bem parecido com O Senhor dos Anéis. Praticamente não houve momentos de calmaria, alguma coisa sempre estava acontecendo. Então a leitura fluiu muito bem, pois a finalização de um capítulo já me puxava para o próximo. Só não li mais rápido porque o meu trabalho atrapalhou a minha produtividade literária…. é duro ser do proletariado, mas a mega da virada está chegando!
A narração é em terceira pessoa, porém ela está sempre seguindo um personagem, mostrando seus pensamentos e sentimentos. Sobre a qualidade editorial, acho que nem preciso comentar né? Mais uma obra prima da Saída de Emergência. E genteeeee… que capa é essa?!?!? É linda demais!
Eu sou fã assumida do Terry Brooks e devo dizer que não fiquei decepcionada com esse livro. Só tem uma parte que eu teria gostado que fosse um pouco mais elaborada, mas não posso entrar em detalhes porque seria spoiler do final do livro. Dei cinco estrelas para o livro e o recomendo totalmente. Agora é só esperar, ansiosamente, pelo terceiro livro! E para quem não sabe, ao que tudo indica a Saga Shannara irá virar seriado!!! Nem tô surtando!!! 

O mal que morava dentro deles se alimentou de si mesmo e ficou mais forte. Criou nova vida. Pois o mal que é deixado por si mesmo, jovem, não perece simplesmente; floresce. O mal contido não é um mal destruído. Ele se alimenta, cresce dentro do confinamento, infla e se enfurece até se soltar e então… então, se liberta.

Classificação


Sobre o autor

Terry Brooks é um autor americano de fantasias. Ele escreve principalmente fantasias épicas, e também adaptou dois filmes para livros. 22 de seus livros estiveram na lista de bestsellers do The New York Times, e foram impressas mais de 21 milhões de cópias de seus livros. Ele é um dos escritores mais vendidos no gênero de fantasia.









segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Resenha: Real - de Katy Evans

Título:Real
Autor(a) : Katy Evans

Editora: Novo Século
Nº de páginas : 304
Minha música tema : Iris - Goo Goo Dolls ( porque sim u.u )
Classificação 3 / 5



Sinopse : Remington Tate tem a reputação de ser um bad boy, dentro e fora. É conhecido também pelo corpo escultural e pelo poder, sexy e selvagem, que emana de cada gota de suor, levando toda e qualquer mulher que o veja a um verdadeiro frenesi. Em seus olhos, brilha um desejo brutal, devastador e real. Brooke, uma especialista em fisioterapia esportiva, é contratada para manter aquele corpo funcionando como uma máquina mortal. Esse parecia ser seu emprego dos sonhos, mas, ao circular pelo perigoso circuito de lutas clandestinas com Tate e sua equipe, Brooke passa a ser dominada por um novo sentimento, um fogo e uma necessidade com os quais ela não sabe lidar. O que começa com um simples flerte pode virar uma obsessão sexual incontrolável. Terríveis segredos serão revelados, e Brooke deverá lutar para manter-se sã, discernindo o que há de real e o que é pura ilusão em seus próprios sentimentos

Resenha

Bom, devo dizer que desde que tinha ouvido falar nesse livro, eu ansiava por ele. Antes mesmo de saber que a novo século havia comprado - para felicidade da massa <3
E também não é de hoje que eu sou louca por New Adults e acho que a maioria sabe disso ahahahaha vamos a resenha? yaaa !

Logo em suas primeiras aparições, Remy me conquistou. Sim, porque eu tenho um fraco por lutadores com fama de bad boys! Quando ele aparece as cenas são sempre intensas, ele é do tipo que sabe o que quer e luta - não apenas literalmente- para conseguir. Como atleta, tem seu corpo esculpido e, ainda tem covinhas cara ! E do tipo que olha, te faz querer estar no lugar da Brooke na maioria das cenas…

“ - Você não tem ideia do que está pedindo.
- Eu estou pedindo você.
- Eu não vou deixar você me abandonar.
Talvez eu não queira ir embora.”

Falando em Brooke, de começo eu gostei dela e sua personalidade é algo a se admirar tirando o incrível fato dela estar excitada a cada paraágrafo! Meu Deus! ahahahaahaha

“Desejo esse homem. Eu o desejo tanto que nem consigo mais pensar direito. Esse desejo é importante. Muito importante. Nunca me senti assim. Sei que isso é loucura, que nunca vai acontecer, que nunca poderá acontecer, mas não posso evitar”

“ Ele é meu lutador, e eu quero mesmo lutar para ficar com ele."

Dos personagens secundários meus favoritos sem dúvidas é a melhor amiga dela Mel. Gente que figura essa garota, bateu identificação várias vezes hahahah

O livro têm apenas 13 capítulos, mas são capítulos estilo Cassandra Clare sabe? grandinhos. Eu gostei de como a estoria flui e como vemos o crescimento um do outro, como eles lidam com o que aparece em seus caminhos. Uma das coisas que me irritou um pouco - até me fez gargalhar , ás vezes - foi a tradução de algumas palavras. Sério, tinha umas que você ficava : Tá brincando que usaram essa palavra?! Enfim...

Confesso que o livro não me ganhou tanto quanto eu esperava, mas foi uma leitura bem agradável e em certos capítulos me deixando com vontade de não parar um segundo - tipo durante a espera no hospital e quase acabar perdendo a vez.

“ -As vezes sinto mil coisas, ao mesmo tempo e não consigo encontrar uma única palavra para dizer a ela o que eu quero dizer. é por isso que eu procuro músicas, e assim que isso atinge uma corda em mim, eu não posso esperar para tocar pra ela. Toquei 'Iris' para ela no Ipod, porque queria que ela soubesse que iria fazer todos os tipos de merda só para estar com ela, e mais do que isso , eu queria que ela me conhecesse. Ela conhece. Ela pode conhecer partes de mim mesmo que eu não conheça."
 
xoxo 

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Resenha - Lois Lowry - Quarteto Doador Livro 2 - A escolhida


A escolhida - Quarteto Doador Livro 2 
Lois Lowry
Editora Arqueiro


Sinopse: Nora, uma órfã de perna torta, vive em um mundo onde os fracos são deixados de lado. A partir do momento da morte de sua mãe, ela teme por seu futuro até que é perdoada pelo Conselho de Guardiões. A razão é que Nora tem um dom: seus dedos possuem a habilidade de bordar de forma extraordinária. Ela supera a habilidade de sua mãe, e lhe cabe a tarefa que nenhum outro membro da comunidade pode fazer. Enquanto seu talento a mantêm viva e traz certos privilégios, ela percebe que está rodeada de mistérios e segredos, mas ninguém deve saber sua intenção de descobrir a verdade sobre o mundo.








Resenha
Apesar de esse livro ser uma continuação de O doador de memórias ele não continua a trajetória de Jonas, somos apresentados a um lugar diferente do livro anterior e também a outros personagens. Não entendi bem qual o intuito da autora com isso, se esse livro retrata a mesma estória em outro espaço de tempo (passado ou futuro) ou se somente ela resolveu escrever sobre outro lugar, possivelmente próximo de onde Jonas foi parar no livro anterior, porém não se animem, pois não haverá nada de Jonas e Gabe nesse livro somente ao fim da a entender a possível existência de um deles, que só será revelada no próximo livro. Confesso que fiquei um pouco frustrada por não saber o que houve com Jonas e Gabe, pois não tinha lido a sinopse e não sabia que eles não estariam presentes nesse livro, mas ainda teremos mais dois livros que devem nos explicar o que aconteceu com eles. Por favor, Editora Arqueiro, publique logo as continuações, estou desesperada por respostas.

Vamos falar agora da trama de A escolhida onde é narrada em primeira pessoa por Kira, uma jovenzinha órfã que acabou de perder a mãe para uma doença desconhecida e como costume é queimada a casa do infectado para que a doença não se espalhe e Kira se vê sem nada e ninguém e ainda por cima ela tem uma perna defeituosa. Na sociedade que Kira vive as pessoas deficientes são descartadas e abandonadas em um lugar separado e longe, mas por um acaso a mãe de Kira conseguiu na época deixar que ela ficasse por influência do avô que era alguém importante na comunidade.

Algumas pessoas da comunidade tentam roubar o espaço do barraco de Kira para outros fins e como ela não quer ceder tentam matá-la a pedradas, mas ela consegue persuadir a todos um julgamento. O conselho dos guardiões cede o espaço para os moradores do local, porém Kira vai ter que trabalhar em uma missão importante de restaurar uma importante túnica do cantor que conta a história do mundo, usando seus dons com os bordados e terá moradia no Edifício do Conselho.

Kira irá conhecer Thomas que fica no quarto vizinho, ele também é órfão e tem um dom como Kira, eles ficarão muito amigos e acabarão descobrindo que o conselho não é tão bonzinho quanto pensaram e que mesmo tendo as portas abertas, são prisioneiros deles.

Agora eu preciso comparar a sociedade desse livro com a do anterior, nessa sociedade as pessoas não tomam aquela injeção que inibe os sentimentos e as cores, não temos também aquele regime de igualdade social, aqui nesse livro as pessoas têm sentimentos e a não tem igualdade social. O ambiente é distópico igual ao anterior onde a grande guerra devastou o mundo, o que nos leva a crer que estamos em outro ambiente fora do mostrado no livro anterior ou aquele ambiente seria uma evolução deste no futuro, somente nos próximos volumes teremos essas respostas.

Quem leu O doador de memórias sugiro que continue acompanhando a série, pois tenho certeza que em breve as estórias começarão a se interligar e fará todo o sentido, quem não leu o primeiro livro também pode ler esse nenhum problema. Recomendo a leitura a todos, essa escritora é ótima.

Classificação

Somente por não continuar a estória do livro anterior tirei uma estrela.




terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Resenha: Sou toda errada - de Tammy Luciano


Olá pessoal!
Voltei para apresentar mais um livro através de minha resenha, foi como um imã. Um certo dia, Tammy fez uma breve apresentação de seu livro SOU TODA ERRADA, e ao falar que a protagonista e quase uma vilã. AMEI!  Já disse aqui que não gosto muito de mocinhas com muito mi mi mi, cheia de dúvidas e insegura demais. Gosto das guerreiras, briga pelo que quer e faz como quer de sua vida.
Daí, vem Tammy e me apresenta essa... louca!!! Além da escrita, Tammy tem o talento de nos convencer apenas com poucas palavras que seu livro é merecedor de nossa apreciação.
Suei, procurei, revirei, e finalmente consegui adquirir meu exemplar na Santa Internet. Devorei ele rapidinho, pois o livro além de ser bom, é bem fininho, tem apenas

SOU TODA ERRADA
Tammy Luciano
Editora

Sinopse: Jovem, linda e rica, Mila tem orgulho da sua vida fácil e faz questão de aproveitá-la ao máximo. Entre festas, namoros e voltas no shopping, seu estilo de vida é igual ao de qualquer patricinha da zona sul – até que conhece Neco, e com ele, o amor. Os dois vivem uma paixão conturbada, um namoro marcado por loucuras, brigas e ciúme doentio. Mas quando ela menos espera, sua alma gêmea diz adeus, dando fim à relação.Pela primeira vez, Mila se vê sozinha, sufocada pelas memórias do namoro. Faculdade, amigos e cartões de crédito já não lhe trazem mais alegria, nem expulsam por um segundo o ex da sua mente. Agora, Mila é obrigada a encarar o vazio da própria existência fútil. Transtornada, ela se entrega num ritmo alucinante a festas, ao álcool e ao sexo inconsequente, tentando aliviar a dor. Obcecada pelo ex, se envolve numa espiral de confusões, mentiras e manipulações, tudo para obrigá-lo a voltar. Será que ela vai conseguir?


RESENHA:

Esse é o segundo livro que leio de Tammy Luciano, ela segue a sua marca narrativa, descontraída e bem fluída. Conheci a história divertidíssima de Mila, uma anti-heroína, uma mocinha totalmente fora dos padrões, uma vilã que aprende com seus próprios erros, mas antes, dá muitas cabeçadas pra "acertar"(ainda tenho dúvidas se ela acertou mesmo) e leva alguns coitados a loucura! Ela abusa da própria sorte, porque paciência tem limites. 

Mila, uma jovem carioca de classe alta, metida a besta e insensível. O que ela tem de bonita tem de esnobe. Adora festas, noitadas e ficar com uns e outros por curtição. Não conhece a "moral e bons costumes" (Até conhece, mas ignora sua existência) tem uma vida deliberada e sem freios. Nem seus pais conseguem contê-la, afinal, eles a criaram sem muito zelo, preocupavam-se de não lhe faltar nada material, mas faltou-lhe educação e bons puxões de orelha. Considerei-a um caso perdido!

Tudo passava despercebido, tinha uma vida leviana e fútil. Gastava sem rédeas o gordo salário que seu pai lhe pagava - sem comparecer no trabalho - e seu hobby era humilhar as pessoas. Até conhecer o amor de sua vida. O "Ex" é assim que ela o chama. Foi um relacionamento conturbado, louco, até meio doentio. E quando ele a deixou, por motivos obvies, a casa caiu! Pra todos, menos pra ela que não queria demonstrar sua derrota, palavra inexistente em seu vocabulário. 

Conheci seus ficantes: Mauro, André, Pedro, Paulo, David, mas não fui formalmente apresentada ao "Ex", aliás ela pouco queria saber dos nomes, não se prendia a isso, queria apenas vingar-se, do "Ex" com qualquer um que topasse uma transa, claro, com o intuito de causar-lhe ciúmes. 

Mila estava cheia de mágoas e ressentimentos, seu gênio antes já era difícil, após a separação tornou-se insuportável, estava disposta a não permitir que o "Ex" ficasse com mais ninguém, pra isso Mila passou a ter atitudes insanas e extremamente vingativas. Como falei no princípio, nada normal para uma protagonista.

Na verdade o sentimento dela passara do estágio "Apaixonado" para "Doentio", estava obcecada pelo "Ex", ela não media esforços para atrapalhar a vida dele, com atos e palavras de baixo escalão. Xingava, ofendia, mandava infinitas mensagens pelo celular, surpreendia com suas aparições sem convites e tinha um comportamento cada vez mais perigoso. Enfim, uma pedra no sapato do "Ex". Será que ela achava que ia conseguir conquistar seus objetivos vencendo-o pelo cansaço? 


IMPRESSÃO:

Mila é uma jovem, fria, calculista e inconsequente, mas ainda assim, cada atitude insana que cometia, me arrancava boas gargalhadas e dava pena do pobre "Ex". Mas, se olharmos o lado sério do livro, vemos que é uma pessoa vazia, desprovida de um sentimento puro e verdadeiro. Na verdade é tão obcecada por possuir algo, seja bens materiais ou a vida alheia, que esquece de respeitar a vida do outrem. Neste caso o seu ex. é a vítima nessa história.

Como sempre teve tudo, pois como disse os pais não deixavam faltar nada, era mais cômodo pra eles que viviam ausentes, sempre viajando. Mila tornou-se mimada e presunçosa, a ponte de ao sentir-se contrariada passa a agredir e menosprezar a pessoa que de dizia ser o homem de sua vida. As ofensas e agressões, foi só o inicio de toda a saga de terrorismo que ela viria a nos apresentar.

Infelizmente, mesmo sendo uma pequena estatística, existem algumas Milas torturando seus Exs e causando um completo caos nas vidas das pessoas direta ou indiretamente envolvidas a eles. Sabemos bem, que essa obsessão, deve ser tratada com especialistas da área, tais como Psicólogos, Psiquiatras ou apenas uma família bem estruturada e paciente.  Mas, acima de tudo o obsessivo, tem que querer ser tratado e se esforçar para se desprender da pessoa vitimada.

Tammy arriscou-se ao escrever um livro com uma protagonista tão desalmada, mas, foi criada propositalmente para nos deixar refletindo no que o ser humano é capaz de fazer quando o orgulho é ferido. Claro que essa é uma situação extraordinária, não creio que exista tantas Milas espalhadas por aí. Nós só deparamos com casos parecidos nos programas jornalísticos como: Ratinho, Cidade Alerta, Brasil Urgente, etc. Ô Loko meu!

No livro Tammy nos apresentou esse drama de forma descontraída e divertida, mas a vida real é triste e destrutiva para ambas as partes.
Vale muito a pena ler, conhecer a doida que me arrancou risadas e indignação. E que sirva de exemplo. Aprenda o que não se deve fazer para conquistar seu ex-namorado!

OBS.: Passei o livro inteiro sem saber o verdadeiro nome do "Ex" acho que foi proposital..rsrs






segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Resenha - Ben Elton - Dois irmãos, uma guerra

Ben Elton - Dois irmãos, uma guerra



Sinopse



Dois Irmãos, Uma Guerra é a história comovente de dois garotos nascidos em Berlim, em 1920 - um judeu e seu irmão adotivo ariano -, criados como gêmeos por pais judeu-alemães, à sombra do Nazismo. Mas, com a mudança do cenário político, eles acabam em lados opostos durante a Segunda Guerra Mundial - um fazendo parte da Waffen-SS e o outro, do exército britânico - e têm que se confrontar com uma escolha inimaginável, que mudará completamente o destino de ambos. Qual deles sobreviverá? Como irão enfrentar a terrível verdade oculta em seu passado?




Resenha

Quando fiquei sabendo do lançamento desse livro, de cara me interessei, a capa me chamou atenção e a premissa também, afinal dois irmãos gêmeos em tudo menos no sangue, um judeu e um ariano e em plena Alemanha Nazista, é bom provável que teriam muita estória para contar.

Quando a editora Jangada me enviou o livro não me contive de tanta felicidade, espera muito desse livro mas ele superou minhas expectativas. O livro tem quase 500 páginas mas a leitura flui de uma maneira tão gostosa que o leitor não quer largar o livro, e fica naquela, só mais um capítulo e mais um e quando vê já leu muito e se não tomar cuidado nem dorme.

Narra em terceira pessoa, a trama gira em torno da família Stengel, começando em 1920, um jovem casal Frieda e Wolfgang, que estão prestes a ter seu primeiro filho, na verdade dois, pois são gêmeos. Quando Frieda vai dar a luz, um dos seus gêmeos nasce morto e no mesmo hospital e no mesmo dia uma jovem mãe morreu no parto, deixando seu filho órfão, os avós deixam o bebê para adoção, que é oferecido a Frieda e Wolfgang que aceitam e têm seus gêmeos de volta. Frieda e Wolfgang são Judeus e o menino adotado não é, mas para eles isso não faz a menor diferença. 

Junto com os gêmeos também no caos que a Alemanha se encontra com grandes dívidas e a inflação crescendo eis que também nasce o Partido Nazista e ódio pelos Judeus.

Frieda e Wolfgang decidem não contar nada para seus filhos e nem para ninguém sobre a adoção, mas quando o Partido Nazista passa a governar a Alemanha e os Judeus passam a ser perseguidos essa verdade vai vir a tona e mudar toda a vida dessa família.

Temos personagens secundários muito importantes na trama, Dagmar e Silke, duas meninas que se tornam muito amigas dos gêmeos Otto e Paulus, uma amizade que vai perdurar por toda a vida deles. Dagmar é riquíssima e conheceu os meninos sendo aluna do pai dos meninos que dá aulas particulares de música. Já Silke é filha da empregada dos Stengel, uma jovem muito pobre a quem Frieda deu abrigo.

A trama inicia pouco depois da primeira guerra junto ao nascimento dos meninos e passa pela Segunda Guerra Mundial, vamos presenciar tudo que se passou na Alemanha nesse período tão turbulento, não tem como não se emocionar, chorar e torcer para que no fim tudo dê certo, mas infelizmente sabemos que foi uma época que a maioria das pessoas não tiveram um final feliz, e muitas estórias morreram junto com elas e nunca ficaremos sabendo. Eu recomendo muito essa leitura a todos, uma parte da estória do mundo que por mais que saibamos o que aconteceu, a cada vez que leio sobre o assunto sempre descubro coisas novas, e nesse livro nós pegamos um período de transição da Primeira para a Segunda Guerra, ou seja como tudo começou. Não se assustem com as 500 páginas do livro pois como já disse é uma leitura que prende e em nenhum momento se torna cansativa.

Este livro daria um ótimo filme mas por ser uma estória longa seria melhor uma mini série.

Ao final do livro o autor nos conta o que o inspirou a escrever essa estória, que foi parte estória da sua família, gostei muito de ler o Posfácio e saber um pouco mais sobre a família e descendência do autor.

Com certeza essa estória vai ficar guardada no meu coração com um carinho especial.

Classificação




domingo, 7 de dezembro de 2014

Promoção de Natal, Cia do Leitor!

Ho, Ho, Ho!
Papai Noel que nada, Cia do Leitor na parada!! Ha! Ha! Ha!
♫♪ Já é Natal no Cia do Leitor ♫♪

Foram três anos com você, abraçando uma causa,(ou várias) te apresentando um mundo de lindas e fantásticas histórias, através de inúmeros livros publicados no decorrer de 2014. Foi bom pra você? Pra nós, equipe Cia do Leitor, foi incrível!
Ter você conosco, nos apoiando, incentivando e participando, não tem preço. E como forma de agradecimento, iremos encerrar o ano com a ultima promoção do ano, vamos antecipar o Natal!

Serão 7 livros para um ganhador e 2 livros da nossa parceira Editora Arqueiro para outro ganhador!

Livros doados pela Editora Arqueiro: O DOADOR DE MEMÓRIAS e A ESCOLHIDA

P.S.: As resenhistas super-poderosas do Cia, Paty Nayara, Stephanie Assis, Danielle Peçanha e Patrícia Paiva, estão doando dois dos 7 livros: SE EU  FICAR e PARA ONDE ELA FOI

Como participar?

Apenas sigam as regras principais que são:

► Seguir o blog Cia do Leitor em "Participe deste site" ao lado
► Deixar um comentário de fim de ano nesta postagem
► Preencher o formulário Rafflercopter


a Rafflecopter giveaway


a Rafflecopter giveaway


Prontinhoooooo!!!
Agora é só rezar pra ganhar!

BOA SORTEEEEEEE!!!


sábado, 6 de dezembro de 2014

Chá com os blogueiros parceiros da editora Arqueiro/Sextante

Oi amoreeees! tudo bem com vocês? saudades meu povo lindo *-*


           
Vem cá saber como foi o evento que a linda editora Arqueiro fez com os blogueiros de plantão ;)

O blog recebeu um convite da editora para marcar presença no evento que eles estavam organizando, para falar um pouco dos lançamentos que ocorreram no final desse ano, e as novidades para o ano que vem! E nós, que não somos bobas nem nada, fomos dar uma conferida nisso tudo ! ahahahaha

O evento tava marcado para começar às 16h em Botafogo - Eu, que sou beeeem pontual , não é mesmo?-  sai de casa 15h20 sem nem ao menos me lembrar como eu chegava no local! HAHAHAHA siiiim, bateu um pequeno desespero, várias trocas de mensagens de ajuda e um papo beeem legal com a cobradora do ônibus. Quando cheguei exatamente as 16h em ponto, no lugar, descubro pela Paty e pela Dani que deslocaram o evento. ~como faz com o coração querendo saltar do peito? e esses olhos cheios de lágrimas? ~ Nesse momento eu já tinha desistido, as meninas me dando as coordenadas pro evento e eu sem esperanças.

Até, eu resolver entrar numa galeria e do outro lado encontrar a dona Paty ~eeeeeeh ! *0* ~ eu ainda não tava muito feliz , mas o coração tava calmo já, não tive nenhum infarto só pra vocês saberem ;)
                                   
Cheguei na sala de conferências onde rolaria o evento. O pessoal já tava lá, blogueiros amigos como a linda da Mariana do blog Magia Literária, Giulia Ladislau, Frini do Cheiro de livro entre outros. Nas nossas cadeiras o kit FOFOOOO do livro Jardim Secreto ( Johanna Basford)  e Geração de Valor( Flávio Augusto da Silva) lançamentos da Sextante e um Coffebreak com uma trufa de chocolate bafônica <3
                                     

No bate papo com o pessoal da editora o que rolou?
 
- Vai ter 3 semanas com o meu irmão do tio Nicholas siiim

- Você curte Ken Follet? A Arqueiro vai te fazer feliz até 2023! *eita,giovana!* isso mesmo! Tem lançamento programado para 2023, querida!

- Têm trilogia nova da Nora Roberts para lançar.

- O Pacto, vem com nova capa (a do filme com o eterno Harry Potter, Daniel R) e título "Amaldiçoado". O filme têm data prevista para Fevereiro.

- Curte Romance de Época como eu e as meninas? awww *-*  Loretta Chase tá pra ser publicada aqui no Brasil ano que vem, meados de Maio!
                                

Falamos também sobre os lançamentos de A transformação de Raven ( Sylvain Reynard), Simples Perfeição da Abbi Glines que faz parte da série Rosemary Beach, Morte Invisível  das escritoras Lene Kaaberbøl e Agnete Friis continuação de Menino da Mala, A música do Silêncio ( Patrick Rotbfuss) conto da trilogia O Nome do Vento, Perdas e Danos ( Diane Chamberlain) autora de Segredos e Mentiras e Tensão ( Gail McHugh)  ~ livro que mal conheço e já considero pacas ~


Além dos xodós da editora: Perdido em Marte e Mar de Tranquilidade ( que possuem resenha aqui no blog! Vai dar uma olhadinha depois ! )  e é claro, sobre Outlander da Saída de Emergência, o livro que deu origem até a uma série de tv ! ~que aliás, têm é oh ! Só amor <3


Enquanto eu estava com o Harlan...
Alguém ficou Perdida em Marte lol
Um encontro bem descontraído, onde podiamos expressar nossas opiniões sobre os livros da editora e ficar ansiosos com o que estar por vir. ~ além de comer, o que é realmente bom. Muito bom.

 xoxo