segunda-feira, 21 de julho de 2014

Novidades Literárias - Parceiros e amigos do Cia

Olá Povo!!
Esse finzinho de mês, está sendo especial para a literatura brasileira, muitos eventos acontecendo, muitos lançamentos e relançamentos, muita novidade está por vir. E o melhor, estamos nos preparando para a maior festa literária, a mais aguardada e prestigiada pelos leitores de todo o Brasil. 
Na verdade eu afirmo que temos duas maiores festas literárias no Brasil... 
A primeira grande festa a ser comentada aqui será a "Semana do Livro Nacional", que começou no dia 19 de julho e vai até dia 27 de julho com eventos em alguns principais estados do Brasil, com encontros de autores, blogueiros, editoras, leitores e curiosos, pra bater um super papo com os autores sobre o assunto que está em alta, LIVROS NACIONAIS! Claro, vai rolar sorteios, fotos, entrevistas, muito autógrafos, etc. Portanto, não perca tempo, veja onde será o evento em seu estado e curta com muito orgulho do nosso Brasilzão!
https://www.facebook.com/SemanaDoLivroNacional

Também tivemos MUITOS lançamentos essa semana. Não pude estar presente nos eventos, mas babei nas fotos espalhadas pelo Facebook das tardes e noites de autógrafos que aconteceram em alguns estados, principalmente aqui no Rio de Janeiro.

Nosso querido Nichol... Ops! Maurício Gomyde, lançou seu novo livro "A Máquina de Contar Historias" da Editora Novo Conceito, e já é um mega-sucesso entre os leitores na blogosfera. Breve darei noticias sobre o lançamento oficial e tarde/noite de autógrafos.


Dia 18 de julho aconteceu o lançamento do livro "Um Herói para Ela" de Lu Piras na Travessa de Botafogo e teve o apoio da editora Novo Conceito. Foi um sucesso gente! Pena que não pude ir... T_T


Dia 19 de julho aconteceu o lançamento do livro "Fortaleza Negra" de Kel Costa da Editora Jangada na Saraiva do Shopping Rio Sul, mais uma vez eu não compareci ao evento, mas segundo as "informantes" de plantão, foi maravilhoso!

Também no dia 19 aconteceu o lançamento do livro "Enquanto a chuva caía" de Christine M. da Editora Novo Conceito, na livraria Cultura - Cine Vitória, muito badalado e foi um grande sucesso. Teve até fã clube!!
E eu... Bah! Falhei novamente.


Dia 19 de julho foi realmente o dia dos lançamentos, dessa vez foi a vez de Patrícia Barboza, lançando seu livro AS MAIS 4 na Saraiva do Barra Shopping, apoio Editora Verus. Parebéns Patrícia!



Teremos ainda relançamentos de livros que fizeram sucesso! Siiiiiim!!



Veja a nova edição de O Pássaro livro de Samanta Holtz, a editora Novo Século produziu a segunda edição com nova capa, linda né? Teremos também livro novo de Samanta, chama-se Renascer de um Outono, o evento oficial de lançamento será na Bienal do Livro de São Paulo. Além da Bienal, também terão eventos em Sorocaba, Campinas, Rio de Janeiro e outros. Aguarde mais novidades.
E também a nova edição de Outono de Sonhos de Adriana Brazil e pra nos deixar mais felizes teremos o terceiro volume da série: Foi assim que te amei, com o livro Primavera de coreso evento oficial de lançamento será na Bienal do Livro de São Paulo, breve darei noticias de seu lançamento e noite de autógrafos pós-Bienal.


E pra finalizar esta postagem, anunciarei aqui a outra grande festa literária, aguardada pelos paulistanos e todos que seguiram suas caravanas para São Paulo, é a 23ª Bienal do Livro SP 2014.  Vai acontecer entre os dias 22 e 31 de Agosto. Com a presença dos parceiros do blog Cia do Leitor, Adriana Brasil, Samanta Holtz, Bento de Luca, Maribell Azevedo, Danilo Barbosa, Lilian Farias, Mari Scotti, Renata Ventura, Carina Rissi, Luciana Rangel, Dill Ferreira, Mila Wander, Ahrange Ferreira, Silvia Fernanda, Adriana Vargas, Janaína Rico, Kel Costa, Landulfo Almeida, Larissa Siriani, Paula Pimenta, distribuindo autógrafos, lançando seus livros e batendo um papo muito agradável com os leitores. E podemos também contar com a presença autores de estrangeiros já consagrados pelos leitores de sagas sucesso aqui no Brasil, Cassandra  Clare, autora da série "Instrumentos mortais",  Kiera Cass, autora da Série "A Seleção", Christina & Lauren, autora da série "Cretino irresistível" e Sylvia Day, autora da Série "Crossfire".

Então, preparem-se que Agosto vai bombar!!
 . 
https://www.facebook.com/events/611923798840087
http://www.bienaldolivrosp.com.br/

sábado, 19 de julho de 2014

Sorteio: Série As Crônicas de Sean Queise


Especial: Livros nacionais e sua sequencias #09 + Sorteio.

Tcharaaaam!!

Voltei pra apresentar a série Livros nacionais e suas sequencias e dessa vez será especial, porque vamos alegrar a galera com um super sorteio!

Tive o prazer de ano passado resenhar um livro de uma autora parceira que surpreendeu demais com sua escrita, falo da autora M.R. Malucelli e seu livro "A Escultora" (Clique aqui pra conferir a resenha), e também fui apresentada a uma saga sinistra sobre Alienígenas e teorias da conspiração. Creio que todos os leitores deveriam conhecer a saga de 7 livros, "As Crônicas de Sean Queise". Já foram publicadas 3 volumes até o momento. Esse ano, 2014 teremos o prazer de conhecer o quarto livro da saga. 
"As Crônicas de Sean Queise é uma coleção de livros de ação e aventura que tem como escopo a paranormalidade voltada à ficção científica. Ao longo das crônicas, o personagem Sean Queise se envolve e é envolvido em teorias de conspiração sobre governos ocultos, vinda de alienígenas ao Planeta Terra e desacreditado por uma corporação de inteligência autonomeada Poliu - Polícia Internacional Unida, pronta para esconder segredos milenares."
Teaser do personagem - Sean Queise

"Meu nome é Sean Queise e minha história é tão conturbada que vou contá-la ligeiro. Mesmo porque não sou muito bom nisso.

Quando fiz 15 anos ganhei de presente de meu pai, Fernando Queise, um emprego. O trabalho não era tão moderado nem tão árduo, porque na época eu ainda estudava. Acho que eu não tinha noção da extensão da responsabilidade de meu pai, dono de uma fábrica de computadores, a Computer Co. e que mantinha em segredo a construção de grandes bancos de dados para o que eu conheceria mais tarde como Poliu – Polícia Intercontinental Unida; uma corporação de inteligência chefiada pelo astuto mr. Trevellis e com agentes infiltrados pelo mundo; talvez todos eles.

Quando fiz 16 anos e terminei meus estudos, meu pai me dera outro presente; mais trabalho. Ele viu um potencial em mim e preferiu que eu usasse a minha facilidade com as programações computacionais a ser preso por ser um hacker, colocando-me na equipe de seus cientistas para a construção de um satélite de observações, Spartacus, meu maior feito e minha maior carta no bolso.

Entre o reconhecimento do mundo acadêmico e o segredo, Spartacus não foi revelado ao público em geral e a Polícia Mundial, detentora e proprietária, que o guardou longe da mídia, o lançou ao espaço como um satélite espião.

Se eu desconfiei de algo? Sim. Mas eu e minha família tínhamos problemas mais complexos com Oscar Roldman, força maior dentro da Polícia Mundial. E não eram poucos os problemas. Minha mãe, Nelma Queise, separada de meu pai, deu chance a Oscar, de conquistá-la. Quando voltou para o meu pai, ela logo engravidou. Ficou no ar a possibilidade de eu ser 'filho de Oscar'.

Para piorar o clima gerado desde essa época ao completar 17 anos, meu pai que adorava me dar presentes, me deu a Computer Co. inteira, após a decisão de aposentadoria precoce. Isso despertou o ciúmes de Oscar, a desconfiança do mercado corporativo e pior, sim, algo muito pior, a ira de mr. Trevellis da Poliu, que imaginou um adolescente, um moleque hacker acessando todo tipo de falcatrua, algumas que me escapavam à compreensão; o envolvimento da mesma na vinda de alienígenas ao planeta Terra. E sim, fomos visitados no passado, no presente, e provavelmente o seremos no futuro.

Confusão pouca é bobagem? Então vamos lá. Nasci com mais que dons para os computadores, nasci especial, com um dom especial, que talvez tivesse passado despercebido por muito tempo se minha noiva, Sandy Monroe, não tivesse se suicidado na noite de nosso noivado, acusada de roubar segredos de Spartacus. Eu era novo para noivar, dezessete anos, eu sei, mas contra tudo e todos me apeguei a Sandy, sem perceber que Kelly Garcia, minha secretária na época, hoje sócia, era a única que me amava de verdade.


E o porquê do dom especial? Porque cego pela dor e com raiva da Poliu que acusou Sandy, usei seu próprio veneno contra ela, a corporação de inteligência chamada Poliu. Busquei em Mona Foad, uma médium usada como espiã psíquica ajuda para trabalhar o que enfim percebi ter; o dom.

Contudo, vão perceber no desenrolar da minha vida que meus poderes se desenvolveram de uma maneira que perdi o controle sobre ele, sobre minha estabilidade emocional e sobre minha vingança.  Como de fato, a única que me move até hoje".

Conhecendo um pouco cada volume:


As Crônicas de Sean Queise - Projeto E.N.I.G.M.A.

"Sean Queise, empresário brasileiro da área de informática durante uma Feira de Informática é sequestrado por mercenários contratados para recuperar um código que julgavam ele possuir, a fim de abrir o Banco de Dados da Poliu – Polícia Intercontinental Unida; a mais secreta corporação de inteligência do mundo. Após uma recuperação complicada, se vê obrigado a investigar o acrônimo ENIGMA; ilhas paradisíacas que escondem segredos em suas iniciais. Por muitas vezes alterando sua própria sorte, Sean Queise, em meio a devaneios filosóficos dos que buscam o inimaginável, em desprezo do senso comum, sai em busca do desejo de superar a própria incerteza de saber quem é. Envolvido em teorias de conspiração, desenvolvendo um dom paranormal até então adormecido, e se utilizando de artefatos construídos por uma inteligência superior a raça humana, ele viaja por wormholes – buracos de minhoca, curvando o espaço-tempo continuum, dominando a matéria exótica da força antigravitacional."



As Crônicas de Sean Queise - Codinome: Cruzador Solar 

"‘Sun Cruiser’ ou ‘Cruzador Solar’ é o nome que a ufologia dá às grandes naves interplanetárias vistas no Sol. Imagens advindas da sonda SOHO da NASA, mostram que talvez sua existência não seja somente uma entre tantas teorias de conspiração, o que ativa toda a cúpula da Poliu – Polícia Intercontinental Unida, a mais secreta corporação de inteligência, que de sobreaviso sobre uma possível invasão ao Planeta Terra, passa a investigar informações, muitas milenares; como as mitologias dos Sumérios e seus Anunnakis. Contudo, todas essas informações se perdem durante inexplicável dano a um chip de codinome ‘Cruzador Solar’ conectado ao mais moderno satélite de observação do mundo, Spartacus, obrigando a Polícia Mundial, proprietária do satélite, trazê-lo de volta à Terra. Sean Queise, jovem brasileiro da área de informática e cientista criador do satélite, temendo que sua reentrada destruísse Spartacus e seu banco de dados, e desconfiando que tudo talvez não passasse de uma manobra da Poliu para destruir aquele que considerava ‘seu satélite’, resolve assumir pessoalmente o resgate enquanto luta com seu dom paranormal em meio a sonhos premonitórios, que o expõe a todos os segredos do espaço profundo quando um real Cruzador Solar resolve se mostrar pessoalmente a ele"
Adicione livro no Skoob

As Crônicas de Sean Queise - Dossiê Marte

“Os ‘ROMRET’s, RObots Móvel de REconhecimento Terrestre lançados em naves não tripuladas ao Planeta Marte, eram programados para recolher todos os tipos de informações sobre supostas existências alienígenas. Mas com as intempéries marcianas atingindo-os, muitos Robots haviam falhado e sua última chance, ROMRET X não conseguia tirar areia de seus componentes após intensa tempestade ocorrida. Nada que os engenheiros mecatrônicos faziam, ajudavam os Robots a driblarem o problema e perder o controle deste último Robot, na atual situação financeira mundial era pôr em evidência o gasto exorbitante investido e o valor do montante de informações e coletas diárias de dados promissores que se perderiam ao vê-lo inoperante.
Para tentar salvar os Robots, a Poliu, a mais secreta corporação de inteligência, procurou cientistas que pudessem desenvolver um programa attach que fizesse ROMRET X agir como um ‘homem pensante’. A Computer Co. da família Queise apesar de certa a contratação, não foi a única opção de Mr. Trevellis, homem poderoso na Poliu.
Por isso, quando o jovem Sean Queise chega às Ilhas Canárias, no Observatório Templeton para trabalhar, se vê obrigado a dividir a concorrência com a enigmática família Pellet-Parresh, em meio a morte de dois generais reformados do Estado Maior da Força Aérea Espanhola, dois barcos clandestinos carbonizados, espiões psíquicos, muitas teorias de conspiração, e o sigilo sobre um dossiê, o ‘Dossiê Marte’ que se viesse à luz da mídia traria desordem e caos e tiraria a vida de muitos envolvidos nesse manto de segredos sobre uma matéria tão estranha que seria capaz de dissolver o ar que respiramos”

Especial

http://mrmalucelli.com/
https://www.facebook.com/mrmalucelli
https://www.facebook.com/ascronicasdeseanqueise

E já no clima de lançamento  do 4º volume da Saga: "As Crônicas de Sean Queise - Missão Terra Oca", vamos presentear você com os três primeiros volumes! Bom demais né?

Para participar do sorteio basta seguir as regrinhas abaixo:
  1. Seguir o blog Cia do Leitor (clique em participar deste site)→
  2. Curtir a página do livro no Facebook
  3. Comentar neste post
  4. Preencher o formulário para validar sua participação

Será um ganhador para os 3 livros da Série
O Sorteio acontecerá dia: 24/08/2014 e postarei aqui e nas redes sociais o ganhador do combo Sean Queise

Boa sorte galera!


quinta-feira, 17 de julho de 2014

Twittaço 2ª Semana do Livro Nacional

É amanhã pessoal!!


Vamos nos unir para promover a 2ª Semana do Livro Nacional e as obras de nossos autores através das mídias sociais. Autores, editores, livrarias e blogueiros, vamos convidar os leitores para fazer parte desta festa! 

Acontecerá das 19:00  às  21:00 horas. Use Hashtag #SLN #EuLeioBrasil em todos os comentários, anuncie aos quatro cantos da internet as boas novas, e viva a literatura brasileira!!

Siga o Twitter: @SemanaDoLivroBr

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Resenha: Eleanor e Park - de Rainbow Rowell

Oba gente!
Vou irei resenhar hoje um livro muito emocionante que devorei e ainda estou com fome dele! Recebi da nossa querida parceira, Editora Novo Século o maravilhoso livro ELEANOR E PARK escrito por Rainbow Rowell uma fascinante história de amor e aprendizado... *-*

Eleanor & Park 
Rainbow Rowell
Novo Século
Sinopse:
Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.

Resenha:
O que falar dessa história arrebatadora?

Fui surpreendida com uma história encantadora de dois jovens se descobrindo, se envolvendo e se entregando a uma paixão proibida. Apreciei o dia-a-dia de Eleanor e de Park através de seus olhos, suas perspectivas, seus segredos, sonhos, aflições e descobertas, estavam intimamente expostos para que eu, como leitora, pudesse desfrutar e sentir na pele as emoções de personagens tão peculiares e tão apaixonantes. Como não apaixonar?

Somos arremessados ao ano de 1986, onde bandas como U2 e Smiths, estavam no "auge" do sucesso, assim como febre dos HQs, as primeiras edições de Watchmen e o viciante X-Men. Era a fase dos namoros incorruptíveis e a inocência dos jovens ainda existia. Onde uma troca de olhar, um segurar nas mãos e um cobiçar por um beijo era algo considerado inapropriado pra uns, sensual para outros e muito romântico para todos. E é nesse clima que somos apresentados aos nossos protagonistas Eleanor e Park. 

Conhecemos os dois lados da moeda, da plebeia e do príncipe "encantador"...
Eleanor, uma adolescente de 16 anos que vivia e/ou sobrevivia com sua família de cinco irmãos e sua mãe em um cubículo que eles chamavam de lar, onde tinha que dividir as poucas refeições entre eles, claro, após o padrasto se empaturrar e deixar as sobras para os demais. Usava roupas masculinas compradas em brechós (roupas eram luxo, gastos excessivos, assim dizia o padrasto) e tinha um cabelo ruivo desgrenhado e maltratado pelo uso indevido de detergente de lavar louça, já que não possuía shampoo e muito menos escova de dentes. Acabara de se mudar para aquela pequena cidade e já sonhava em sumir dela, mas, não antes de libertar seus irmãos das garras do tirano padrasto.
Eram crianças mal nutridas e inseguras, existia a ausência de afeto e a presença do medo por conta das violências verbais e físicas de seu padrasto contra a sua mãe, que mostrava-se cada vez mais fraca até mesmo para defender a própria cria. Sim, uma família totalmente desestruturada e falida diante da violência do lar e perante uma sociedade omissa e preconceituosa.

Era assim o dia-a-dia de Eleonor e já aceitando sua condição naquela casa, calava-se das injustiças acometidas pelo seu padrasto e trancava-se em “seu” quarto a fim de se refugiar e perder-se em seus livros, os mesmo livros que era obrigada a esconder com todo zelo, já que seu padrasto tinha o sádico prazer de destruir tudo que a fazia feliz.
Foi em seu primeiro dia de aula na nova escola que as coisas começaram a mudar para Eleanor. Por ela ser novata não possuía um "lugar" marcado no ônibus e os alunos já implicando com seu jeito de vestir e agir, não lhe cederam as vagas que existia ao lado de cada um deles, e pra completar, começaram a zombar dela, constrangendo e inibindo-a ainda mais. 

É nesse ensejo que Park, um jovem de descendência coreana, vendo toda a cena deprimente, ainda que se sentindo contrariado resolveu ajudá-la cedendo um lugar ao seu lado para a "ruiva com cara de boneca e roupa estranha" pudesse sentar. Estava um tanto temeroso com o risco de perder o respeito que conquistara entre os amigos na escola, não a cumprimentou, não se apresentou e nem dirigiu nenhuma palavra durante todo o trajeto de ida e volta da escola, não podia dá bandeira...
Passou a ser a sua rotina, Eleanor sentava diariamente ao lado de Park, o "mestiço lindo caladão" de poucos amigos, mas muito respeitado pela turma. Ela bisbilhotava pelos cantos dos olhos os gibis que ele lia durante o percurso para a escola. Mas, sempre em silêncio. 

Já Park, era neutro diante do comportamento dos alunos exaltados e encrenqueiros, ficava sempre na dele quando o demais zombavam de Eleanor. Surpreendia-se toda manhã com Eleanor, por conta de seu guarda-roupa meio excêntrico. Mas, nada falava, nada impedia, nada via ou ouvia.
Ao perceber que Eleanor espiava seus HQs enquanto ele lia, atraiu sua atenção, gostou da ideia de compartilhar suas revistas, passou em silêncio a exibir mais os gibis e folheá-los devagar para que Eleanor o acompanhasse na leitura.
Aos poucos ele vai cedendo, encontrando motivos que o fizesse abrir mão de seus falsos amigos e acolher Eleanor em uma grande e inesquecível amizade. Park estava envolvido e apaixonado e Eleanor encantada com sua gentileza, com a vida dele, com a família dele, encontrou nisso forças pra enfrentar seus fantasmas, não que seus problemas fossem desaparecer, mas ter alguém com quem contar era o inicio de grandes mudanças e surpreendentes revelações.
Impressões:

 Um romance viciante e emocionante.
Extremamente lindo!

Me encantei com a narrativa da autora Rainbow Rowell, escrachado, jovial e poético.
O livro tem uma diagramação bem simples e possui 325 páginas dividida em 58 capítulos curtíssimos e cada capítulo temos parágrafos com seus nomes "Eleanor ou Park" indicando que ali, teremos a passagem ou pensamento do personagem nomeado. Achei muito interessante e criativo.

Quando li a sinopse de Eleanor e Park, algo me dizia que não iria me arrepender, é interessante como dificilmente erro nos meus instintos e não foi diferente com esse livro. É encantador, algo beirando a inocência e comovente, pois mostra uma brutal realidade, nos faz querer envolver-se, brigar, ajudar, como se tudo fosse real. 

Creio que exista no mundo jovens e adultos, vivendo "Dias de Eleanor" em suas vidas. Muitos ainda nem chegaram perto de superarem os problemas. Talvez por isso me senti tão comovida com essa linda história de amor, por que é muito real os percalços que enfrentamos e sobreviver à eles sem sair feridos é ainda mais difícil, no entanto, tudo se torna menos doloroso quando se tem alguém com quem contar, apoiar e receber amor.
Estar dentro da cabeça de Eleanor e de Park nos faz ficar mais próximos deles (leitor x personagem), sentimos de perto a dor, angustia, tristeza, medo, alegrias, ansiedade e claro, amor puro e verdadeiro, como a muito tempo não via. 
E essa aproximação me fez admirar cada atitude do jovem casal e desejar que todas as "Eleanores" do mundo tivessem um Park para consola-las e salvá-las das garras daqueles que nos querem mal e nos aflige. 
Os momentos em que os dois estavam juntos, ora curtindo um som, ora lendo um gibis, ora criando sonhos, eram mágicos. E quando rolou o primeiro beijo, àquele que tanto desejei ver durante a leitura, chorei. Foi lindo!
Chorei emocionada com o carinho de Park, chorei pela tristeza de Eleanor, chorei pelo apoio dos pais de Park, chorei pelas aflições de Eleanor e sua mãe, chorei e também sorri no decorrer de todo o livro. E quando chegou o fim, novamente chorei .

Digamos que o desfecho me deixou...
... suspirando.

É um livro indicado para todas as idades, os jovens vão se apaixonar, os adultos irão relembrar e os idosos vão nostalgizar

Direitos autorais das imagens são de:
siminiblocker, andiree and paperpie


segunda-feira, 14 de julho de 2014

Lançamento em E-book Editora Itapuã Julho/2014

Olá pessoal!
Conheça mais um lançamento da Editora Itapuã!
Dessa vez também em E-book.

Babili - A libertação do povo judeu na Babilônia
de Jairo Avellar

Visite o Blog - www.itapuaeditora.com.br/blog

Facebook: https://www.facebook.com/InstitutoDEsperance

domingo, 13 de julho de 2014

Resenha Premiada: In Nomine Patris de Décio Gomes

Olá galera!

Vamos que vamos compartilhar de um livro sinistro de um jovem autor que tem mostrado uma habilidade incrível de nos fazer viver uma série de emoções deliciosamente perturbadoras!! rsrs

Desde o seu primeiro livro "Albertine", Décio mostrou seu talento na escrita, tive o prazer de compará-lo com o mestre Stephen King, pelo valor da obra, da trama, pela mistura bem dosada de suspense e terror, me fez delirar de satisfação. E agora ele repete a proeza em seu novo livro: In Nomine Patris

In nomine patris - Livro I
Décio Gomes

Jullian Bergamo é um padre missionário que realiza trabalhos para a igreja católica. Mas não um padre comum. Ele é um venator: um membro da igreja especialmente treinado para caçar e eliminar demônios. Após ser transferido de sua antiga comunidade para a cidadezinha de willinghill, Jullian depara-se com um caso singular: pessoas mortas levantando-se de suas tumbas e vagando livres pela cidade. Logo ele conhece a origem do problema: o Mormo, um terrível demônio necromante que possui cadáveres e os transforma em violentos mortos-vivos. Munido com sua fé e coragem, o jovem padre enfrentará um dos casos mais marcantes de sua trajetória como venator: eliminar o mormo, enquanto tenta sobreviver às hordas de mortos-vivos que farão de tudo para devorar cada pedaço de sua carne.

Adicione no Skoob


Resenha:

Quem leu "Albertine", livro do autor Décio Gomes, teve o prazer de conhecer Padre Jullian Bergamo, um missionário da igreja católica, respeitado e muito solícito, por suas obras e uma fé inabalável que transmite aos cristãos dos povoados que passa e algo mais...  

No livro "In nomine Patris", o primeiro de uma série, o nosso protagonista é transferido de sua antiga comunidade após completar seu ciclo paroquial de 665 dias e vai para outra cidade mais pacata, Willinghill para administrar a paróquia e servir como um bom pastor. 

Sendo que, por baixo dos panos existe um real motivo para sua mudança, Jullian é nada mais nada menos que um Venator, um exterminador de demônios. E sim, estava pra completar o ciclo, tempo limite que um Venator deve permanecer em um lugar, por motivos de segurança e força maior, mas o principal propósito de sua mudança para uma determinada cidade viria a ser outro, ele só não esperava encontrar o mais temível dos seres naquele novo lar.
"Venator: um servo da igreja católica responsável por livrar o mundo de toda e qualquer invasão vinda das profundezas dos infernos"
Na sua primeira noite na nova cidade, padre Jullian é chamado as pressas para ajudar um casal que precisava de seus cuidados, ao chegar na casa da família Mosley, depara-se com uma situação completamente irregular, única e medonha. Intrigado e um pouco assustado percebe estar lidando com um novo caso, uma nova espécie de demônio está a espreita, aterrorizando o povoado e desafiando sua fé.
Um Necromante, um Demônio poderoso que apodera-se de cadáveres e os transforma em mortos-vivos, levando-os a criar novas vítimas e formar um verdadeiro caos no povoado. Agora Padre Jullian munido de seus dons, coragem, perspicácia, fé e equipamentos próprios de um Venator, iria enfrentar um violento demônio e seus soldados sem alma e com muita fome de carne e vidas. Seres obscuros jamais deparados por um humano, deixariam rastros de destruição, desalento e dor.
Jullian não estaria totalmente só, teria a companhia de seu novo amigo George Mosley e a certeza de que Deus não os abandonaria... Mas, sua fé certamente seria testada. Estaria Jullian apto a enfrentar esse novo e poderoso demônio numa horrivel guerra do bem contra o mal?
"Eram três cães fortes, de pelo escuro e pernas compridas. Os típicos cães de caça de raça perdigueiro criados pelo povo daquela região. O que fez o coração do padre acelerar ao máximo, porém, foi a aparência cadavérica dos três animais. Tinham feridas abertas por todo o corpo, com pedaços de pele rasgada saltando por entre a pelagem; suas orelhas compridas pareciam corroídas, assim como as órbitas dos olhos que exibiam apenas globos oculares completamente brancos.

Eram como cães do inferno."

Impressões:

Quando o autor Décio Gomes anunciou em seu Facebook que estava escrevendo um livro sobre o personagem Jullian Bergamo, o padre de sua obra-prima "Albertine", fiquei deveras entusiasmada e ansiosa, porque este é um personagem peculiar que se destacou demais por conta de todo o mistério que envolvia sua vida antes de conhecer Albertine.
Ainda em seu primeiro livro, após folhear algumas páginas deparamo-nos com ganchos que nos faz desejar conhecer mais a vida do Padre Jullian, Décio recebeu de seus leitores inúmeras solicitações para a criação de um livro especialmente dedicado ao padre exorcista. E para a alegria da galera, eis que ele atendeu nosso clamor. Este é o primeiro livro de uma série, que será lançado a cada seis meses, onde em cada volume seremos apresentados a algumas aventuras de Jullian como Venator, caçador de demônios.
Ao receber o livro In nomine Patris do autor Décio Gomes, para leitura e resenha, senti que tinha em minhas mãos uma obra de tirar o fôlego. Ele já havia informado que o livro sairia um pouco da linha de Albertine em que o foco maior era o suspense, drama e terror. In nomine Patris é mais intenso e tem mais ação, sem deixar de citar o sobrenatural está mais predominante nessa nova história. 

A narrativa de Décio continua impecável, bem descrita e perfeitamente detalhada, claro, sem nos cansar com as descrições bem dosadas. Embora tenha apenas 132 páginas, foram o bastante pra impressionar e desejar conhecer mais aventuras do padre Jullian. 
A inclusão de mortos-vivos inicialmente nos contraria, você fica pensando que será mais um livro de zumbis, mas não se engane, tem coerência, ele encaixa esses seres na trama de uma forma tão espetacular que você não consegue imaginar a história sem eles!
Os personagens secundários tem sua importância, mas, não nos prendemos muito a eles, no entanto, não posso falar o mesmo dos personagens principais que dão um show a parte com o desenrolar da historia. E as cenas, (já vejo o livro como um filme) de ação são de arrepiar e saltar da cadeira. Ficamos temerosos e curiosos por saber como Jullian irá se livrar de tantos mortos-vivos em uma cidade de tão poucos habitantes, alguém sairia ileso nessa história quase impossível de acabar bem? 

Um livro fino, mas escrito com afinco de um pai zeloso e orgulhoso por sua obra. A qualidade física do livro, diagramação impecável, as incríveis ilustrações que nos ajudou muito no decorrer da leitura, onde nos dá a visão real dos fatos. Tudo isso, faz desse livro mais uma obra a ser aclamada por um publico sedento por boas historias.

Não é uma continuação de "Albertine", portanto, pode ler sem se preocupar de não ter lido o primeiro livro. É uma história nova, de um personagem de um ótimo livro.(Que também aconselho a leitura)

Quem foi que disse que no Brasil não encontra-se bons livros mesmo???

Décio, mais uma vez parabenizo-o por sua criação, uma obra que deve ser anunciada e espalhada aos quatro cantos do país e atravessar as fronteiras, mares, horizontes.

Indicadíssimo!


P.s.: A trilogia principal vai continuar com o foco nos personagens centrais. O segundo livro da trilogia sai ainda esse ano.


Resenha Premiada!


Olá novamente!
Um ótimo livro merece um belo sorteio concordam?

Para alegrar mais ainda a galera o blog Cia do Leitor em parceria com Décio Gomes, vamos sortear um exemplar de "In nomine Patris" + marcador + Kit Cia do Leitor para você! Que leu a resenha e deixou sua opinião aqui nessa postagem, nos comentários, logo abaixo. E claro, seguiu algumas regrinhas básicas.

Querem saber como? Leia com atenção e siga as regras:
  1. Seguir o blog Cia do Leitor (clique em participar deste site)→
  2. Curtir a página do livro no Facebook
  3. Comentar neste post
  4. Preencher o formulário para validar sua participação
a Rafflecopter giveaway

Resultado dia: 10/08/2014 aqui e nas redes sociais do Cia do Leitor
Sigam as regras e
BOA SORTE!

terça-feira, 8 de julho de 2014

Semana do Livro Nacional 2014

Olá gente! Tudo certinho com vocês?
Vai ficar melhor!

O Brasil está em festa, a Copa do Mundo rolando pelas terras brasileiras, nossa seleção dando o melhor de si para conquistar a taça e o Hexa campeonato. E nós torcedores, (somente milhões) quase enfartando a cada jogo e torcendo com um furor de guerreiros travando uma batalha infinita e certos de que seremos vencedores no final. 

Como já dizia a velha musiquinha: “Noventa milhões em ação Pra frente Brasil Do meu coração Todos juntos vamos Pra frente Brasil Salve a Seleção. De repente é aquela corrente pra frente, Parece que todo o Brasil deu a mão, Todos ligados na mesma emoção, Tudo é um só coração!”

Enquanto isso, por trás dos bastidores, um outro grupo de guerreiros trabalham com afinco em um projeto, são eles, os escritores brasileiros. Eles estão se movimentando para uma nova batalha, a batalha literária. Estão organizando alguns eventos que acontecerão logo após os jogos da Copa.

Vai acontecer no final julho a 2ª Semana do Livro Nacional, são diversos eventos que envolve todos diretos e indiretamente ligados a literatura brasileira. Autores, editoras, livrarias, blogueiros, jornalistas, todos serão responsáveis por essa grande festa.Tendo como organizadora principal a autora Josy Storque que com muita dedicação, mostrou-nos ano passado que a literatura brasileira está em ascensão e vai repetir a dose esse ano com a ajuda de profissionais da área e colaboradores de todos os cantos do país. 

"Na primeira edição em 2013, tivemos a participação em massa de mais de 200 autores, eventos literários em 16 cidades do Brasil simultaneamente e sorteios digitais através do Twitter do projeto.

Em 2014, a segunda edição acontece de 19 a 27 de Julho, sempre em comemoração ao Dia Nacional do Escritor (25 de Julho), em 25 cidades do país, com a participação de quase 500 pessoas do mercado literário: autores, blogueiros, editoras e livrarias.

Com temas específicos para cada local, a proposta é promover um bate-papo saudável entre autores nacionais e leitores brasileiros, oferecendo a oportunidade de se aproximarem da literatura contemporânea.

Para saber mais sobre o projeto e ficar por dentro da agenda de ações durante esta semana para lá de especial aos aficionados por livros, acesse o site e acompanhe as novidades em tempo real através das mídias sociais." Josy Storque

SEMANA DO LIVRO NACIONAL

O projeto propõe difundir a literatura entre o público leitor brasileiro, promovendo, durante uma semana, somente autores e obras nacionais em todos os estados e cidades brasileiras. Para isso, conta com a participação de escritores, blogueiros, editores, livrarias e instituições públicas e privadas.A semana será realizada anualmente no Dia Nacional do Escritor, em 25 de Julho. A segunda edição será do dia 19 a 27 deste ano.

O que vai acontecer?

Os autores poderão promover eventos como “Bate-Papo com Autor” em sua cidade ou região, buscando o apoio de outros escritores próximos, suas editoras, livrarias parceiras e instituições públicas e de ensino locais.

Os blogueiros apoiarão na divulgação de seus autores e editoras parceiras que publicam obras nacionais, promovendo os eventos, os autores, as obras e as editoras, bem como resenhando somente livros brasileiros.

As editoras farão propaganda de seus exemplares nacionais, bem como de seus autores, divulgando em peso nas mídias que costumam anunciar, nas redes sociais e contatando suas livrarias parceiras para que deem destaque a obras nacionais em suas vitrines.

As livrarias colocarão em evidência os livros nacionais de seu acervo.

As instituições públicas, privadas e governamentais que apoiarem, ajudarão a promover em instituições de ensino e na mídia o projeto e seu objetivo, aumentando assim a conscientização de nossos leitores.

Benefícios

* Autores nacionais passarão a ser mais conhecidos por leitores;


* Blogs terão mais acessos;

* Editoras venderão mais títulos que são pouco procurados;

* E, livrarias, também verão seus estoques diminuírem, assim como a possibilidade de aumentar seus acervos com obras que passarão a ser requisitadas.


Objetivo

O intuito é enraizar nomes brasileiros na mente dos leitores, conscientizando-os de que obras nacionais são tão boas quanto internacionais e que não temos só clássicos. Com isso, aproximar o leitor de um narrador comum, uma linguagem moderna e uma narrativa mais compreensiva às necessidades dos jovens de nosso tempo, conquistando novos leitores.

Observações

Durante a semana, a logo do projeto deve estar associada à promoção de eventos e divulgação em mídias. No site do projeto, haverá a segmentação dos apoiadores com o intuito de informar os leitores que acessarem a página. Nas redes sociais, serão compartilhados conteúdos das páginas parceiras que tenham a mesma ideologia.

Como se inscrever

Responda o e-mail/mensagem se oferecendo como apoiador(a) e envie seu e-mail a fim de entrar para o mailing informativo (semanalmente os apoiadores recebem informações relevantes sobre o projeto via e-mail) e seu perfil no facebook para ser convidado a entrar no grupo de discussão e sugestão de ideias.É importante esse retorno porque permitirá novas ideias e a inserção do apoiador nas mídias da Semana.

Apoiadores

São todos aqueles que apoiam o projeto: autores, livrarias, blogueiros, editores, etc. Venha trabalhar conosco em prol da propagação de nossa cultura.


Alguns locais confirmados onde ocorrerão os eventos, confirme sua presença clicando nos links:

→ De 17 a 20 de Julho – SJC – Livraria Maxsigma do Vale Sul Shopping

→ 19 de Julho – Fortaleza - Shopping Benfica – 17 horas

→ 19, 25 e 26 de Julho – BH – Biblioteca Infantil e Juvenil de Belo Horizonte

19 de Julho – SP – Livraria da Vila Alameda Lorena, 1731 Jd Paulista – 14 horas

→ 19 de Julho – Sorocaba – Livraria Nobel – 15 horas

→ 19, 26 e 27 de Julho – Santo André – Saraiva Grand Plaza Shopping, Saraiva Shopping ABC 

→ 20 de Julho – Salvador –

→ 20 de Julho – SP – Discoteka Cultural Rua Pelotas 83 loja 182 Vila Mariana.– 14 horas

→ 20 de Julho – Niterói – Solar do Jambeiro Rua Presidente Domiciano, 195 - São Domingos – 14 horas

→ 21 e 25 de Julho – Joinville - Livraria O Sebo e Livraria Midas

→ 25 de Julho – Baixada Santista - Biblioteca Porto do Saber Av. São Paulo, 900, Praia Grande – 14 horas

→ 26 de Julho – RJ – Livraria Cultura Rua Senador Dantas, 45, Cinelândoa - Centro - Rio de Janeiro – 13 horas

26 de Julho – Belém – FOX Vídeo Dr. Moraes Rua dos Apinagés, nº 405, Batista Campos - PA– Das 9 às 11 horas

26 de Julho – CasaPark/Livraria Cultura SGCV - Sul, Lote 22 - Loja 4-A Zona Industrial, Brasília– DF – 14 horas


→ 26 de Julho – Campinas – Saraiva Iguatemi Shopping Av. Iguatemi 777, 13092500 Campinas – 16 horas

26 de Julho – Ribeirão Preto – Livraria Paraler Rua Capitão Adelmio Norberto da Silva, 786 | Rua Itacolomi, 705 – 16 horas

→ 26 de Julho – Guarulhos – Espaço Novo Mundo Av. Salgado Filho, 1453, Guarulhos – 15 horas

→ 27 de Julho – SP – Martins Fontes Av. Paulista 509, São Paulo – 14 horas

→ 28 de Julho - Livraria Saraiva do Shopping Recife - Rua Padre Carapuceiro, 777, Recife - 17 horas
  • Twitter: @SemanaDoLivroBr

E continuando a musiquinha...
“A taça do mundo é nossa, Com brasileiro não há quem possa!"