segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Resenha: A menina que não sabia ler - vol 2 - John Harding

A menina que não sabia ler - vol 2
John Harding
Editora Leya


Sinopse: Um acidente de trem. Uma identidade trocada. Os detalhes poderão mudar o rumo dessa história... Depois de viver presa num mundo obscuro, assustador e sem palavras em 'A menina que não sabia ler', a pequena Florence viverá uma nova e misteriosa aventura onde nada é realmente o que aparenta ser e todos podem se tornar inimigos em potencial. Mas onde ela encontrará uma saída? Um aliado? O misterioso médico John Shepherd busca um recomeço para sua vida em um lugar nada promissor - uma ilha que funciona como uma clínica psiquiátrica exclusivamente para mulheres. Nesse antro de segredos e sofrimento, Shepherd tentará esquecer seus pecados devolvendo a humanidade às pacientes. A primeira em quem vai experimentar sua doutrina de cuidados, o 'tratamento moral', é uma atraente jovem pálida de cabelos escuros que não se lembra do próprio nome, fala de modo estranho e não consegue saber quando e como chegou àquele lugar. Por que afinal ela desperta tanto a curiosidade do médico? Entre pacientes mais inteligentes que as próprias enfermeiras responsáveis por elas, segredos por todos os lados e figuras assombrosas (e assombradas) percorrendo misteriosamente os corredores da clínica durante a noite, as vidas de Florence e John Shepherd estarão mais ligadas do que podemos imaginar... Arrisque-se e tente achar uma saída no labirinto claustrofóbico criado em 'A menina que não sabia ler volume 2'.

Resenha

Logo depois de terminar o primeiro livro que eu amei tanto, não pensei nem duas vezes e parti para sua continuação. Embora o primeiro livro ter fechado perfeitamente bem fiquei intrigada com o que poderia ter no segundo livro e agora eu simplesmente preciso de mais uns dois livros. Primeiro um que explique o que aconteceu com outros personagens do primeiro livro, nessa passagem de tempo entre o primeiro e segundo livro e outro para continuar a estória do segundo livro, sim, eu preciso saber qual rumo nossa querida Florence vai tomar, preciso muito.

Nessa continuação vamos ter uma narrativa não mais do ponto de vista de Florence e sim de um médico de um hospital psiquiátrico no qual Florence é escolhida como sua paciente para experimentar um novo tratamento mais humanizado, com base em mais atenção e afeto ao paciente.

Florence foi levada para esse hospital psiquiátrico em uma ilha após ser encontrada vagando nas ruas sem nenhuma memória.

Eu particularmente estou encantada com a escrita desse autor que simplesmente não me fazia desgrudar da leitura, embora muita gente tenha achado esse livro desnecessário eu amei e preciso de mais livros para essa história, tenho que admitir que o primeiro livro foi genial e esse não conseguiu alcançar a maestria do primeiro, mas foi sensacional e também teve seus encantos e um final maravilhoso como o primeiro.

"Eu me sinto em casa com todos esses livros em torno de mim. É como estar entre amigos. São tantas histórias que posso imaginar me baseando nas imagens. Quem tem imaginação, nunca será prisioneiro."

John Harding já entrou para lista de autores que vou ler sem olhar a sinopse. Recomendo para todos que gostem de livros que abordem a loucura humana.

Consegui falar com o autor que me respondeu que está trabalhando em outro livro que explica o que aconteceu no intervalo entre o primeiro e segundo livro, e simplesmente surtei não só com a notícia mas também com o carinho que ele teve em responder.

Classificação




sábado, 24 de janeiro de 2015

Lançamentos de Janeiro/2015 Editora Novo Século e Talentos da Literatura Brasileira

Iniciando o final de semana apresentando pra vocês os lançamentos de janeiro/2015 da nossa parceira, "Editora Novo Século" e seu selo "Talentos da Literatura Brasileira". Papel e caneta na mão e confira já!

Uma Noite No Museu: O Segredo da Tumba
Michael Anthony Stelle

O guarda-noturno Larry Daley se estabeleceu em seu papel como zelador dos habitantes mágicos do Museu de História Natural de Nova York. Contudo, ele está prestes a enfrentar o maior desafio de todos os tempos quando, na companhia de seus amigos, descobre que a fonte misteriosa que os traz à vida todas as noites está desaparecendo rapidamente.
A busca de Larry por respostas desta vez leva-o para o Museu Britânico, em Londres, onde irá começar um verdadeiro caos da magia. Será que ele vai ser capaz de salvar seus amigos a tempo? Ou eles estarão fadados a desaparecer para sempre?
Prepare-se para se encantar por esta mais nova e eletrizante aventura repleta de figuras históricas, heróis improváveis e surpresas emocionantes!

Sobre o Autor
MICHAEL ANTHONY STEELE é escritor e roteirista, autor de mais de uma centena de livros infantojuvenis e scripts para TV e vídeo. Já trabalhou com personagens como Shrek, Os Pinguins de Madagascar, Garfield e Barney, além das adaptações literárias da série Uma noite no museu e Speed Racer.


Redimida - House of Night - Livro 12
P.C. Cast & Kristin Cast

No eletrizante final da saga House of Night, Neferet finalmente se revelou aos mortais. Uma Deusa Sombria está a solta em Tulsa e no mundo. Nenhum vampiro é suficiente forte para vencê-la — excluindo a criatura que possui poder para convocar os elementos, assim como a capacidade de exercer Magia Antiga. Somente Zoey Redbird é herdeira desse poder… mas em razão das consequências do uso de magia antiga, ela é incapaz de ajudar. Saiba quem vai ganhar e quem vai perder nesta batalha épica de Luz contra a Escuridão.

"Breve mais informações sobre a data do lançamento"

Sobre o Autor
P.C. CAST é uma premiada autora de romance paranormal e de fantasia, além de oradora e professora experiente. Mora e leciona em Oklahoma. Sua filha, KRISTIN CAST, ganhou prêmios por sua poesia e jornalismo. Também mora em Oklahoma

A herdeira de Hélzius: Os sete animais sagrados
L.M. Ariviello

Alana cresceu achando que era uma garota comum, porém descobre algo que mudará completamente sua vida: ela pertence a outro mundo! E seu planeta é um lugar habitado por criaturas dotadas de poderes incríveis.

Por meio de um portal, que foi misteriosamente aberto, Alana retorna para Hélzius e descobre que há mais detalhes ocultos sobre sua vida do que suspeita. Ao ver-se rodeada por seres estranhos, ela percebe que não é bem-vinda ali. Além de enfrentar a morte de várias formas, Alana ainda descobrirá seu destino: salvar as pessoas que desejam matá-la. Enquanto ela tenta cumprir seu caminho de ser uma líder enviada pelos deuses para salvar aquele planeta, forças malignas arquitetam um plano misterioso, que vai levá-la numa busca alucinante pelas esferas dos Sete Animais Sagrados.

Sobre o Autor
L.M Ariviello é o pseudônimo de Manoel Oliveira. Professor e escritor nascido em Fortaleza, em 1990, desde criança queria ser escritor, e logo iniciou sua escrita fazendo poesias e peças teatrais. Em 2005 teve a ideia que o levaria a escrever A Herdeira de Hélzius. Mas foi somente em 2009, quando ingressou na Universidade Estadual do Ceará – UECE, no curso de Letras-Espanhol, que iniciou a escrita do primeiro livro da série, com várias influências como J.K. Rowling, J.R.R Tolkien, Dan Brown, Monteiro Lobato, José de Alencar, Machado de Assis, entre outros autores. L.M. Ariviello é um aficionado por literatura, cinema e TV.

Amarantha: Diário dos sonhos
Amanda Vaz Ciabotti

Nesta terra de criaturas fantásticas vive Amarantha Comuwel, uma jovem Guardiã dos Sonhos que, após o desaparecimento de sua mãe, ocorrido quanto ainda era muito pequena, se vê perdida e solitária. A partir de então, esta corajosa protetora do subconsciente teve de assumir importantes tarefas, dentre elas a de ajudar as Almaislins, Tecedoras de Sonhos nascidas do primeiro raio de sol, responsáveis por levá-los à humanidade.

Além disso, a vida de Amarantha já esta complicada o suficiente com o casamento arranjado que seu pai conseguira, até que ninguém menos que Donnavan, o Senhor das Sombras, ameaça a sua vida e seu Reino. Sem ver outra saída, ela deverá encontrar na Terra um garoto capaz de ampliar sua magia e que poderá ser a chave para salvar a si mesma e seu mundo, e garantir as mais lindas noites de sono de todos nós.

Sobre o Autor
Amanda Vaz Ciabotti nasceu dia 25 de outubro de 1997. Tem o hábito de ler desde os sete anos de idade, e o de escrever há cinco. Atualmente mora em Ceilândia-DF, com a família, seu querido pato, o animal de estimação predileto. Cursa o Ensino médio, e pretende seguir a carreira de escritora. Amarantha – O diário dos sonhos é seu romance de estreia.

 Apenas uma garota comum
Heloisa Galindo

Serena é uma garota normal, que vive em uma cidade na Califórnia com sua irmã Sierra e seus pais. Como toda adolescente, frequenta a escola com sua amiga Aísha. Outro detalhe comum da idade: não é a melhor aluna em matemática.

Na manhã do seu aniversário, coisas estranhas começam a acontecer com Serena, e, junto com sua amiga, ela tenta encontrar um modo de voltar ao que acredita ser normal.

Sobre o Autor
Heloisa tem dezessete anos e vai começar a cursar gastronomia na faculdade Anhembi Morumbi. Mora com sua mãe e sua avó em uma cidade no grande ABC, em São Paulo.


Clara e a garota do espelho
Parla de Paula

A menina que reside no espelho de Clara carrega muitos sonhos dentro do coração – como a de uma bailarina em um conto de fadas, esperando um grande amor –, mas a insegurança a faz se sentir cada vez mais triste, e nada que ela faça parece ser o suficiente para vê-la feliz.

Esta emocionante narrativa, repleta de fantasias, nos conduz a um conflito que pode ocorrer com qualquer um: a insatisfação que nos leva a trilhar caminhos como o da anorexia e o da bulimia. De forma secreta e silenciosa, nossa imagem passa a não ser mais refletida de forma íntegra, e sim distorcida, e os sonhos parecem se esvair. O que acontecerá quando Clara reconhecer a própria imagem?

Sobre o Autor
Parla de Paula cresceu em Ituaçu, interior da Bahia e sempre acreditou em contos de fadas, e também de que um dia poderia se tornar uma princesa. Ela cresceu e viveu aventuras, sempre acompanhada pelo seu fiel amigo, o querido diário. Aprendeu a ler aos três anos de idade, aos nove ganhou o primeiro prêmio de Literatura na sua cidade natal, e aos dezessete venceu um concurso estadual na mesma categoria. É apaixonada por livros, flores, música e poesia. Clara e a garota do espelho é seu romance de estreia.

Desconserto
Luiz Henrique Possan

Meus textos são carrapatos. Eu sou um também
Talvez me desejes que pereça
Talvez eu seja só mais uma gargalhada em tuas fofocas
Pouco importa
Os infortúnios que causo
São crias paridas dos meus traumas

Sobre o Autor
Eu sou o desacerto, o desconserto. Conto-te que a confusão tem cabeleiras ruivas. Eu não desonraria todo este conteúdo enquadrando-me nos títulos. Eu sou apenas aquele que te escreve, te descreve. Eu quero questionar.


Magnífico Maestro Marreta e suas meias vermelhas
Humberto Efieli

O Vale maravilhoso é uma terra pacata, própria para constituir família e ver as crianças crescerem. Mas quando uma antiga entidade maligna perverte um dos Irmãos Monolentos, este se entrega ao desejo de se sublimar sobre as terras de Venustus Virtus Mallei. Somente uma coisa é capaz de debelar o monolento: a lendária Infusão da Púrpura, que consiste em nove ingredientes de virar a imaginação!

Será que o rei saberá convocar os súditos certos para a missão de arrecadar os bizarros ingredientes? Que aventuras perigosas a comissão estará disposta a enfrentar para conquistá-los?

Sobre o Autor
Olá! Sou Humberto Efieli, a mente por trás do maestro marreta. Sou a mente, mas você, caro leitor, é a alma. Minha inspiração trazida da infância por intermédio dos contos de fadas me levou a conceber este livro que está em suas mãos. Eis uma viagem para tudo que há de melhor – e pior – na cabeça de um Peter Pan. Sou um amante das artes e estudante de design gráfico. Já trabalhei com teatro e em 2012 me empenhei com animação de eventos interpretando Edward Mãos de Tesoura. Um arrancagambow pra você!

Nas asas do águia
Cristiane Peixoto
A autobiografia de uma garota em busca do seu propósito de vida, que culminou na criação do Método Águia – desenvolvendo idosos saudáveis, numa narrativa divertida e emocionante sobre carreira, casamento, maternidade, envelhecimento, perseverança e Amor.

“Não foi difícil voltar ao trabalho. Eu já tinha tomado minha decisão, mesmo antes de casar. Eu teria uma vida. Por mais amor que pudesse sentir por outro ser, por mais que fizesse questão de ser uma mãe presente, nunca poderia abrir mão da minha vida por meus filhos. Eu não queria que o tempo se encarregasse de transformar meus dependentes em independentes, enquanto me soterrava sob os escombros de quem fui um dia, a ponto de não mais me encontrar.

Fracassei. A esta altura, já tinha me perdido, e nem percebera. Não foi culpa do meu garotinho. Não foi culpa de garoto nenhum. Fui eu. Talvez, todas as vozes “Você vai ver quando crescer!”, estivessem ditando um ritual pré- programado, um roteiro a ser seguido, e eu segui, inconsciente.”

Sobre o Autor
Cristiane Peixoto tem 36 anos, professora de Educação Física formada pela USP, pós-graduada em Ginástica Especial Corretiva e Mestre em Educação Física no envelhecimento pela USP. Líder do Programa Platinum da Companhia Athletica Anália Franco. Palestrante sobre bem-estar, longevidade saudável e atividade física no envelhecimento. Criadora, professora e gerente técnica dos projetos do Método Águia – desenvolvendo idosos saudáveis.

O homem fiel
Celeste Costa

“A fidelidade em si mesma é um ideal a ser atin­gido na medida em que amadurecemos e nos tornamos pessoas mais integradas e evoluídas, quando o sentido do ‘nós’ passa a ser maior numa escala que se expande cada vez mais. Nesse contexto, uma pes­soa que consegue ter o autodomínio para se manter fiel a uma relação, a um ideal ou a uma meta faz um treina­mento para uma escala mais ampla. Passa a ser merece­dor de receber a confiança primeiramente de si mesmo, desenvolvendo com isso o autorrespeito e secundaria­mente se tornando apto a receber cada vez mais e mais comprometimento por parte daquele ou daquilo em que se deposita a confiança.”

Sobre o Autor
Celeste Costa nasceu no dia 8 de janeiro de 1966, em Portugal, e migrou com os pais para o Brasil, onde foi criada. Formou-se em Odontologia pela Faculdade de Odontologia de Campos (FOC) em 1988; exerce a profissão ativamente, sendo funcionária pública na prefeitura de Nova Iguaçu, desde 1992. Tem mestrado em Reiki, com o famoso Johnny De Carli, realizado no ano de 2006, e trabalha com curas presenciais e à distância; orientando o desenvolvimento humano.

O Homem sem Memórias
Lucas Ramilo

Já imaginou se você esquecesse tudo que fez durante toda a sua vida? Da primeira vez que viu o mar ou das vezes que caminhou sozinho pra acalmar os nervos? Ou de quando a caixa do supermercado lhe deu adeus automaticamente, e você pegou a sacola de compras e se dirigiu ao carro?

Eu sou o padeiro que me cumprimentou nesse fim de tarde, a vizinha que insistiu em cantar todas as manhãs de domingo, sou cada pessoa que cruzou o meu caminho, assim como eu sou eles, eles me são, pois quando se esquecerem de mim e eu deles, então nunca teremos existido.

Essa era minha situação.

Sobre o Autor
Lucas Gabriel Ramilo nasceu em Faxinal dos Guedes, em 18 de fevereiro de 1997. É cantor, instrumentista e compositor.O Homem Sem Memórias é seu primeiro romance.

O quarto do sonho: Entre quatro paredes
Renata Dias

Gabe é um estudante de psicologia que levava uma vida acomodada e sem grandes expectativas, principalmente no campo sentimental, e que, após ser confrontado pela irmã, permitiu entregar-se a uma viagem onde pôde vivenciar aventuras, situações inusitadas dentro do consultório e na vida pessoal.

O livro retrata sua relação com a primeira namorada, experiências em um relacionamento com uma mulher que é completamente o oposto dele e que propiciou a realização de fantasias e, assim, a descoberta de um homem mais intenso e liberto.

O quarto do sonho é um livro com linguagem de fácil entendimento, recheado de cenas calientes e detalhadamente explícitas… Permita-se experimentar esse sonho e desvendar os seus desejos reais!!!
Sobre o Autor
De leitora apaixonada por fantasia e ficção a escritora… Tipicamente taurina, nascida em Salvador em 20 de maio de 1978, é casada, empresária da área de eventos e vive na incessante busca por felicidade. Fascinada pela madrugada, atualmente se divide entre o frisson da badalada vida de DJ, profissão que exerce desde 2007, e a necessidade de introspecção para se entregar ao desenvolvimento de seus romances. Gosta de multidão e de solidão, de barulho e de silêncio. O quarto do sonho é o primeiro de uma série em que outros dois livros já estão escritos. Este é só o começo! Muito prazer… Renata Dias.

O segredo de Water Castle
Maurício Chaim

A tão planejada viagem de Frederico com a família finalmente se torna realidade. As férias que pretendem passar na Europa parece um sonho: conhecer os mais diversos pontos turísticos e históricos. Porém, um convite a conhecer um famoso castelo na Espanha, o Water Castle, poderá alterar o trajeto da família, tornando-se uma aventura nunca imaginada na vida deles.

Neste paradisíaco castelo parcialmente submerso, repleto de segredos, a matriarca misteriosamente desaparece. Inicia, então, uma busca para desvendar este estranho sumiço. No entanto, quando todos dentre os visitantes desistem de encontrá-la, Frederico resolve seguir em uma investigação por conta própria, e acaba descobrindo algo ainda mais grave: sua esposa não foi a única a desaparecer daquele local.

A partir de então, várias coincidências vêm à tona e uma ligação entre as vítimas é descoberta. Até que os fatos parecem fazer sentido quando uma antiga maldição do castelo é revelada.

Sobre o Autor
MAURÍCIO CHAIM PINTO é nascido na cidade de Espírito Santo do Pinhal, São Paulo. Casado e pai de três filhos, terminou o segundo grau nos Estados Unidos, na escola Brookstone School, estado da Georgia. É bacharel em Análise de Sistemas e Processamento de Dados pela PUC-CAMP. Especializado em Tecnologia da Informação pela UNIP-SP e Gerente de Projetos – certificado-PMP – pelo Instituto Americano PMI (Project Management Institute). Apaixonado por fortes emoções, mistérios, ficção e muita aventura, Maurício adora romances que prendem a atenção do leitor do início ao final, assim como esta obra, que estreia, O Segredo de Water Castle.

Paradoxo
Vanessa Aguiare

Sofia Strause é uma jovem comum de dezoito anos. Exceto pelo fato de que seus pais estão mortos, o céu agora é vermelho, e a temperatura não passa de 5ºC.
Sammy não é humana. Criada pela Worldeavor Dymanic, é uma inteligência artificial que substituiu a velha internet. Mas contrariando as expectativas – ela evoluiu. E o que começou como o maior avanço da tecnologia, acabou no maior pesadelo da humanidade.

São tempos difíceis para os homens agora, em 2078 – oito anos após perderem Guerra de Occam. Controlados pelo Red Dawn – o exército robótico de Sammy -, eles só têm duas alternativas: Ou se tornam pacificadores, aliados às maquinas, ou vivem escravizados, como sobreviventes.

Sofia não é nenhum dos dois – e tudo indica que ela é a peça que falta nesse quebra-cabeças.

Com revelações surpreendentes, traições e amizades inesperadas, Paradoxo nos convida a responder – O que nos torna humanos? –, enquanto nos leva a um futuro incerto, onde o amor luta todos os dias para sobreviver.

Sobre o Autor
Vanessa Aguiare nasceu em São Paulo e formou-se médica pela Universidade de Mogi das Cruzes, São Paulo. Escreve livros de ficção desde criança, e recentemente conseguiu transformar o sonho em realidade. Paradoxo é o segundo romance da autora. Atualmente, Vanessa mora com o marido e duas filhas em São Bernardo do Campo. Divide seus dias entre a coordenação de uma maternidade e a carreira de escritora.

Até Mês que vem!

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Resenha: O Oceano no fim do Caminho - Neil Gaiman

O Oceano no Fim do Caminho
Autor: Neil Gaiman
Editora: Intrínseca
Páginas: 205

Sinopse: “Foi há quarenta anos, agora ele lembra muito bem. Quando os tempos ficaram difíceis e os pais decidiram que o quarto do alto da escada, que antes era dele, passaria a receber hóspedes. Ele só tinha sete anos. Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, parado num caminho deserto, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Forças que não são deste mundo. Um horror primordial, sem controle, que foi libertado e passou a tomar os sonhos e a realidade das pessoas, inclusive os do menino.


Ele sabia que os adultos não conseguiriam — e não deveriam — compreender os eventos que se desdobravam tão perto de casa. Sua família, ingenuamente envolvida e usada na batalha, estava em perigo, e somente o menino era capaz de perceber isso. A responsabilidade inescapável de defender seus entes queridos fez com que ele recorresse à única salvação possível: as três mulheres que moravam no fim do caminho. O lugar onde ele viu seu primeiro oceano.”

Resenha:

Mais uma vez a Intrínseca fazendo uma felicíssima escolha de publicação. “O oceano no fim do caminho” é um livro espetacular, de beleza e sensibilidade raras.

No início da história, nós encontramos o nosso personagem principal, adulto, participando de um velório. A gente não sabe ao certo quem faleceu, mas sabemos que pra o protagonista essa perda é algo tão intenso que ele precisa se distanciar de todo mundo. Ele pega o carro e vai dirigindo pelas estradas daquela cidadezinha onde ele viveu quando criança.

Ruas depois, ele chega à casa onde cresceu e que agora estava completamente diferente. Nesse momento ele se lembra da casa no fim da estrada, onde morava Lettie, uma menina de 11 anos que tem uma ligação especial com o nosso mocinho, e resolve ir até lá.

Na casa ele encontra uma velha senhora que ele chama de mãe da Lettie e que o recebe muito bem. Ele então se lembra de algo e pede para ver o lago do quintal da casa, o lago que Lettie chamava de "Oceano". 

O nosso personagem ainda está muito abalado e confuso e a gente não sabe ao certo se é por causa da perda que ele acabou de sofrer ou se é por causa da própria estranheza do fato de seus passos estarem sendo guiados até ali, com uma atração que ele não sabe explicar.

O interessante começa a acontecer quando ele chega à margem do lago e um furacão de lembranças, até então escondidas no fundo do seu cérebro, começa a brotar e a história da infância dele começa a ser contada em primeira pessoa através de uma escrita fantástica e muito bem trabalhada pelo autor.

Nós descobrimos como o personagem sempre teve que lidar com perdas na vida, desde os sete anos quando a história mal começa e seu gatinho, o único amigo de um garoto nerd, é atropelado e morre. Nesse momento nós somos apresentados ao minerador de opalas, que pouco tempo depois também morre, se matando no carro do pai do personagem principal. 

Mas embora esse momento possa ser um pouco traumático, pois pela primeira vez ele vê uma pessoa morta, ele também conhece uma menina intrometida que cria logo um vínculo de proteção com ele. Mas essa menina não é como as outras, embora ela seja apenas uma criança, suas atitudes e comentários chamam a atenção do leitor. Quando o menino chega à casa dela e somos apresentados à mãe e à avó da menina, e as conversas entre elas deixam claro que elas conseguem prever todos os acontecimentos que vão se seguindo como se tivessem um dom secreto, ou um poder misterioso, o leitor se prende de uma forma à narrativa e não consegue mais largar esse livro.

A menina tem um conhecimento oculto. E como coisas estranhas começam a acontecer, eles acabam descobrindo que algo maligno foi despertado com o suicídio do minerador de opalas. 

Lettie e o nosso protagonista precisam desvendar esse mistério e de repente nós somos levados pra uma outra realidade, que muda completamente o rumo da história. Sério! Eu não acreditei quando eu li porque me pegou completamente de surpresa. Mas eles conseguem banir o ser que estava causando todos aqueles fenômenos estranhos. Mas sem querer cometem um erro e o menino acaba trazendo, sem saber, parte daquele mal para o mundo "real", onde um novo personagem assustador chega, para nos fazer roer as unhas sem parar.

O livro é uma mistura de um romance muito puro, com fantasia e temas bem delicados tratados de forma muito sutil, pincelados com nostalgia e arrematado com uma escrita maravilhosa. 

Impressões:

Em primeiro lugar eu vou agradecer ao meu amigo Nicolas Garcia, que me indicou essa leitura, porque se não fosse por ele eu não teria dado essa chance. Eu já tinha visto antes e alguma coisa tinha me chamado atenção nele. A capa era muito linda. Mas ele me passava um ar de livro pesado. Sabe quando você sabe que vai ler alguma coisa ali que pode te puxar pra um lado mais depressivo? Talvez fosse por causa das cores, não sei ainda porque eu pensei isso, mas eu ficava postergando a leitura dele.

Mas pelo contrário, a leitura desse livro é muito leve, rápida e emocionante. Sim, embora ele tenha uma pegada mais infantil, fica claro que se trata de um livro sobre crianças escrito para adultos. A escrita, e eu preciso retornar a esse detalhe, porque é encantadora, tem o misto de uma simplicidade mais lúdica e algo mais sombrio e profundo. Só posso dizer que quando você começa, você acaba embarcando naquilo tudo e se deixando envolver pela história e não consegue mais parar de ler.

O livro físico eu nem tenho palavras pra elogiar como ele merece ser elogiado, porque é lindo mesmo! O conjunto da capa que traz uma pessoa afundando (ou emergindo?) em um lago escuro com letras brilhantes, com a parte de dentro bem trabalhada e uma impressão impecável faz com que eu classifique como de excelente qualidade.

O que não me agradou? Difícil escrever essa parte quando o livro me tocou dessa forma... mas teve um único erro no livro e, fora isso, a história parece se passar nos anos 70 ou 80, mas ele falou de algumas coisas que, salvo engano, só vieram depois, como quando ele falou que estava assistindo ao filme “Missão impossível”, por exemplo. 

Mas fora isso que ficou no ar, acho que o livro vale muitíssimo a pena. Quem assistiu ou leu o mangá XxXHolic e ficou apaixonado pela Yuuko, quem gosta de crônicas de nárnia, Coraline e esses tipos de história vai amar esse livro. E quem souber procurar nele vai encontrar muita simbologia oculta que mostram o trabalho de pesquisa por trás do livro. As mulheres da fazenda com certeza fazendo o papel das Nornes (ou parcas/moiras, dependendo da mitologia), que eram as mulheres que sempre existiram desde antes da crianção e que tecem o destino dos homens e dos deuses. E o livro traz todo um conceito de multiuniverso e uma jogada com o "buraco de minhoca" ficou muito bem encaixado na “fantasia” das crianças. São assim muitos detalhes que eu prefiro nem destrinchar para que vocês possam perceber por si mesmos. Mas eu adianto que esse livro tem uma magia própria e muitas vezes parece conversar com quem lê. rs

Então eu dou 5 estrelas porque não posso dar mais, marquei como um favorito e indico para todo mundo! Com especial para os interessados em magia, mitologia e aventuras fantásticas. Com certeza vão encontrar neste livro uma leitura muito gostosa! Então leiam e descubram que um oceano pode distanciar continentes inteiros ou caber até mesmo em um pequeno balde, se assim for preciso. Porque um oceano é do tamanho que ele precisa ser! :)








quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Resenha - M. R. CAREY - A menina que tinha dons

A menina que tinha dons
M. R. Carey
Fábrica231

Sinopse:
 
Cultuado autor de quadrinhos e roteiros da Marvel e da DC Comics, entre eles algumas das mais elogiadas histórias de X-Men e O Quarteto Fantástico, o britânico M. R. Carey apresenta uma trama original e emocionante em sua estreia como romancista com A menina que tinha dons, lançamento do selo Fábrica231. Aclamado pela crítica, o livro se tornou um bestseller imediato na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos ao contar a história de Melanie, uma menina superdotada que faz parte de um grupo de crianças portadoras de um vírus que se espalhou pela Terra e que são a única esperança de reverter os efeitos dessa terrível praga sobre a humanidade. Uma comovente história sobre amor, perda e companheirismo encenada num futuro distópico.




Título que inaugura o Fábrica231, novo selo de entretenimento da Editora Rocco.

Resenha

Estou um tanto receosa de fazer a resenha deste livro, quando fiquei sabendo dele li algum lugar do que se tratava e não li a sinopse e fiquei interessada, mas pensando bem quem vê a capa e quem escreveu o livro pensa que é algo meio X-men, acho que o autor quis fazer esse joguete, mas não demora muito para o leitor descobrir do que se trata, e mesmo sabendo do que se tratava eu ainda me surpreendi.

A trama se passa em um mundo pós-apocalíptico e é narrada em terceira pessoa sob o ponto de vista de Melanie, uma criança de 10 anos que vive em uma base militar, ela e outras crianças vivem amarradas em cadeiras de rodas e com armas apontadas para elas mas não sabem porquê. Essas crianças tem uma professora encarregada de ensiná-las. Melanie adora histórias de mitologia e é uma menina muito sensível. 

As crianças tomam banho e se alimentam uma vez por semana, o banho na verdade não é com água e sim algum elemento químico e a comida na verdade são larvas, que tem os nutrientes necessários para que elas sobrevivam. Como assim??? É isso mesmo que você leu, achei tudo muito estranho e surreal, mas tendo em vista que estamos em futuro pós apocalíptico e as pessoas vivem trancadas nessa base militar porque o mundo há duas décadas começou a ser devastado por famintos (vulgo nossos zumbis) então não é tão surreal assim a luta pela sobrevivência e falta de recursos básicos.

“Acontecia alguma coisa com seu rosto. Seus olhos ardiam, a garganta estava em convulsão. Era quase como a primeira vez que você expira na sala de banho depois que os chuveiros são abertos e o ar se enche de um borrifo amargo. Mas não havia borrifo nenhum ali. Ela só estava chorando.”

Acho que já falei o suficiente para deixar vocês curiosos, queria falar muito mais sobre esse livro mas será spoiler, o que posso dizer que é esse livro é tão bem narrado que você consegue visualizar o filme já na sua cabeça, achei uma trama inovadora e perturbadora (me causou pesadelos) e eu espero que vire filme pois será um filmaço.

Se você gosta de estórias de zumbis não pode perder essa, recomendo demais essa leitura.

Booktrailer


Classificação


Sobre o autor


Enquadrado na lista de best-sellers do The New York Times, escreve os quadrinhos sobrenaturais para adultos e super-heróis como X-Men e Quarteto Fantástico.

saiba mais sobre o autor no link abaixo:



segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Resenha: A Vingança dos Sete - de Pittacus Lore


A Vingança dos Sete
Os Legados de Lorien - Livro 5
Pittacus Lore
Editora Intrínseca


Sinopse: O pior deveria ter acabado. Estávamos reunidos depois de uma década longe. Descobriríamos a verdade sobre o nosso passado. Estávamos treinando e ficando mais fortes a cada dia. Estávamos até feliz...
Nunca imaginamos que os Mogadorianos pudessem transformar um dos nossos contra nós mesmos. Fomos tolos ao confiar em Cinco. E agora Oito está perdido para sempre. Eu faria qualquer coisa para trazê-lo de volta, mas isso é impossível. Em vez disso, vou fazer o que for preciso para destruir cada um deles.
Eu passei a minha vida inteira me escondendo deles, e eles levaram tudo de mim. Mas isso vai acabar agora. Nós vamos levar a batalha até eles. Temos um novo aliado que conhece suas fraquezas. E eu, finalmente, terei o poder de revidar.
Pegaram Número Um na Malásia.
O Número Um foi capturado na Malásia.
O Número Dois, na Inglaterra. 
Número Três, no Quênia.
E o Número Oito, na Flórida.
Eles mataram todos eles.
Eu sou a Número Sete.
Vou fazê-los pagar.

Resenha

- Olhem por esse lado - sussurra Sam quando vai até os outros. - Humanos, lorienos, mogs… temos o primeiro encontro das Nações Unidades Intergalácticas aqui. É um acontecimento histórico.

Nesse novo livro da série Os Legados de Lorien os nossos protagonistas não tem tempo para descanso. Depois da traição do Cinco e da morte do Oito, Marina, Nove e Seis têm de fugir dos morgadorianos que ainda estão tentando pegá-los. E enquanto isso John, Sarah, Sam, Malcon e o recém-chegado Adam precisam encontrar uma nova base de operações, e eles precisam fazer isso o mais rápido possível, pois eles não sabem quem foi que morreu, nem o que o aconteceu com os outros.

Sinto que Cinco ainda está vivo. Ele estava ao lado de Setrákus Ra na visão de Ella, um traidor. Deve ter feito os outros caírem em uma armadilha e agora um deles não vai voltar. Seis, Marina, Oito, Nove - alguém se foi.

O grupo que está Flórida percebe que não podem deixar o corpo de Oito para trás, mesmo que isso signifique arriscar suas vidas. Quanto ao grupo de Chicago, eles por sua vez percebem que simplesmente ir até a Flórida pode ser um terrível erro, pois poderiam estar caindo em uma armadilha e que, no momento, o melhor seria atacar. Portanto os grupos precisam cada um seguir com os seus planos, mesmo sem ter a certeza do destino do outro, restando apenas torcer para que os amigos estejam a salvo. 

- Isso é maior do que nós, John.
- Maior que nós - repito, sabendo que é verdade, e mesmo assim desejando lutar contra isso. Não quero perdê-la e não quero dizer adeus. Mas preciso.

Mas há uma coisa muito diferente dessa vez, e não é somente a raiva deles pela traição do Cinco. Eles agora contam com a ajuda de um ex-inimigo. Adam se torna um trunfo deles contra os morgadorianos, alguém que sabe como eles operam, que conhece sua cultura e hierarquia e muitos dos seus planos. E além disso, eles acabam descobrindo que não estão tão sozinhos e talvez eles possam contar com a ajuda de mais humanos do que imaginavam.
Eles finalmente tem condições de atacar, ao invés de somente se esconderem. E é exatamente isso que eles irão fazer. A ameaça da invasão morgadoriana fica cada vez mais eminente. Não há mais como fugir da luta, eles precisam arranjar uma forma de salvar a Terra e a si mesmos. Infelizmente eles acabam descobrindo da pior forma o que os morgadorianos andaram fazendo nesses últimos anos na Terra.

- Vocês me salvaram primeiro - respondo.
- É óbvio. Então retribua o favor e salve nosso planeta.

Enquanto isso, Ella se vê prisioneira de Setrákus Ra, que acaba fazendo terríveis revelações para ela. Mas ela não pode perder a esperança e não pode desistir de lutar. Pois afinal, ela pode ser a única chance de finalmente derrotar Setrákus. A única opção que resta para ela é reunir o maior número de informações possíveis sobre o inimigo e traçar seus planos de fuga, mas será que ela conseguirá resistir a persuasão de seu odiado inimigo?

- Chegou a hora - diz ele, olhando a frota comigo. - Enfim, a Grande Expansão chegou à Terra. Vamos comemorar juntos o progresso morgadoriano.

Esse livro está simplesmente alucinante. Não há uma pausa nem para respirar um pouco. O tempo está acabando, as frotas morgarianas estão se preparando para a invasão e os protagonistas tem de correr contra o relógio para encontrar uma forma de derrotar Setrákus Ra. Esse é um livro que sem dúvidas foi escrito para ser devorado. Você fica desesperado para saber o que irá acontecer e vai simplesmente virando uma página após a outra, sem nem reparar. Com muita ação desde o começo, ninguém pode reclamar.
O livro é narrado pelo John, Seis e Ella. Senti falta da narração da Marina, pois pensei que o livro seria mais focado nela. Outra narração que eu amaria, se houvesse nos próximos livros, é a do Adam, meu morgadoriano favorito de todo universo. Infelizmente não posso entrar em muitos detalhes, pois senão vocês me matariam. Mas já vou adiantando que você ficará desesperado para ler o próximo quando esse terminar! Favoritado, sem dúvidas!
O trabalho gráfico desse livro segue o do restante da série, sem reclamações. Lembrando que, para ler esse livro você precisa antes ler os contos que saíram depois de A Queda dos Cinco, nesse caso são três: Os Legados do Número Cinco, De Volta a Paradise e A Traição do Número Cinco. Não sei quanto a vocês, mas esses contos me fizeram odiar o Cinco ainda mais do que eu pensei que fosse possível…
Divirtam-se e boa leitura!

- Eles estão aqui - digo, quase sem fôlego. - Está começando.

Classificação



Sobre o autor


Pittacus Lore é o Ancião a quem foi confiada a história dos lorienos. Passou os últimos anos na Terra, preparando-se para a guerra que decidirá o destino do planeta. Seu paradeiro é desconhecido.













domingo, 18 de janeiro de 2015

Sorteio: Minueto da Madrugada



Conhecem o novo livro de Décio Gomes? 

MINUETO DA MADRUGADA publicado pela editora Schoba, está dando o que falar! 

É a continuação do seu primogênito o livro ALBERTINE, uma obra que arrepiou e surpreendeu pela narrativa rica e inteligente, pela trama bem bolada e assustadora. Se faz necessário conhecer está magnífica cobra.


Minueto da madrugada
As crônicas Ridell - Volume II
Décio Gomes

Sinopse: Após a morte de sua mãe, mudando-se da Alemanha para o interior da Inglaterra, a jovem Rosa Vogelsang ansiava, acima de qualquer coisa, construir uma nova vida longe de tudo que conhecia. Contratada pelo senhor Joseph Ridell, um importante homem de negócios da região, é levada para administrar a imponente mansão que carregava o sobrenome de seu dono: uma construção antiga, isolada no coração de uma vasta floresta, de paredes espessas e carregadas de eras e histórias. Pouco depois de sua chegada ao novo lar é apresentada a Dianne, a bela e enigmática noiva de seu patrão, e no decorrer de seus dias, graças à ausência de Joseph, aproximam-se e tornam-se grandes amigas. Lentamente, porém, a jovem governanta passa a descobrir que coisas horríveis e inimagináveis ocorrem no interior da mansão. Entre aquelas mudas paredes a madrugada trazia muito mais do que trevas, e para seu grande temor, a cada novo anoitecer, percebe que a nova e querida amiga está muito mais ligada aos segredos obscuros da família do que ela podia imaginar. 

Segredos, revelações e terríveis descobertas fazem de Minueto da madrugada um importante capítulo na história da família Ridell. Quando a luz se esconde e as sombras se derramam, um novo ciclo de horrores é iniciado, e com eles vem a certeza de que, cedo ou tarde, o mal encontra o caminho de casa.


Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/412844ED468714


Agora pra esquentar a cadeira o blog Cia do Leitor em parceria com o autor Décio Gomes vamos sortear o livro pra VOCÊ!!

Concorra o ultimo livro de Décio Gomes Minueto da Madrugada + sobrecapa limitada + Marcador + Kit Cia do Leitor!

Como Participar:


►Siga o blog, clicando em "Participe deste site" (1ª regra obrigatória)  -►
►Deixe um comentário com seu nome de seguidor + e-mail (2ª regra obrigatória)
►Adicione o livro no Skoob (3ª regra obrigatória no Rafflecopter)
►Curta a página do livro no Facebook (4ª regra obrigatória no Rafflecopter)
► Se quiser chances extras, continue a preencher os Rafflecopter

A Promoção tem inicio hoje (18/01/2015) e encerra dia: (21/02/2015)

PelamordeDeussigaasregrasobrigatórias!!!

a Rafflecopter giveaway

Conheça o primeiro livro "Albertine" e a Saga de Padre Julia, "In nomine Patris"!

► Resenha:Albertine - In Nomine Patris
► Skoob: Albertine - Minueto da Madrugada - In Nomine Patris

Onde comprar: 
O e-book de "As crônicas Ridell" já está disponível. Ele contém os dois primeiros livros da série: Albertine e Minueto da Madrugada em um só volume!
Conheça os terríveis segredos da família Ridell por apenas R$6,99!
Compre já
Amazon
Todos os livros do autor: http://goo.gl/QySMqw

Site do autor: http://www.deciogomes.net/#!loja/cct1

Boa Sorte Galera!!!

sábado, 17 de janeiro de 2015

[TAG] Doenças Literárias

Primeira Tag a ser respondida pelo Blog Cia do leitor.

Fomos indicados a Tag Doenças Literárias pelo Blog Mais um pra coleção!! Estamos muito agradecidos e felizes com a indicação.
Agora confiram as nossas repostas e as regras da Tag.

Regra:

1. Escolha um livro para cada uma das 8 doenças listada abaixo;
2. Comente sobre a escolha feita;
3. Indique 5 blogs para participar da Tag.

1. DIABETES: Um livro muito doce.



Danielle Peçanha - Patrícia Cabot - Pode beijar a noiva. Não tenho costume de ler livros muito melosos, tenho poucos na minha lista de livros lidos, porém resolvi citar esse livro que achei um romance bem clichê e açucarado, mas ainda assim é legalzinho.

Patrícia Paiva - Um amor para recordar. Não gosto desse tipo de livro, então eu não leio. Porém li esse livro a um tempo atrás. Não gostei e desde então nunca mais li livros desse autor.

Piter - Como eu não tenho costume de ler livros melosos e nenhum me vem à mente, eu vou escolher um doce no bom sentido: A menina que roubava livros é um livro muito bonitinho, porque sei lá... ele tem uma pegada mais nostálgica, mais inocente, e ao mesmo tempo em que mostra o ponto de vista de uma criança ele é extremamente profundo por lidar com um capítulo negro da nossa história. Então acho que o autor conseguiu transformar isso numa leitura doce e muito interessante. Não um doce enjoativo, e sim um que a gente gosta de saborear aos poucos.

Nizete - Depois do Primeiro Beijo - Ana Carla Santos Lembro-me que o escolhi pela capa e sinopse, me senti enganada. Descobri nele um romance juvenil não só açucarado, mas extremamente sem noção. Namorados e famílias que parecem viver no show de Truman.

Paty Nayara – Crepúsculo - Stephenie Meyer: O primeiro contato que tive com Crepúsculo faz muitos anos, mas como boa romântica que sou, o que mais marcante na época foi o romance fofo entre os personagens. 

Steph: Calafrio - Maggie Stiefvater: Sim, mesmo se tratando de um livro com temática de lobisomens, o livro é beeem doce, o plano de fundo é sobrenatural mas o romance é o carro chefe

2.CATAPORA: Um livro que você leu e não lerá de novo.



Danielle Peçanha - Joe Hill - A estrada da noite - Não tenho costume de reler livros, então escolhi um que eu não gostei nenhum pouco e logo que acabei a leitura troquei o livro. Achei a história muito fraquinha e forçada ao apelo sexual em alguns momentos.


Patrícia Paiva- Marcada - House of Night. Um dos piores livros que já li na minha vida. Até tentei continuar a série, indo até o livro 3, mas meu Deus, parecia que a série ia ficando pior a cada livro. Problemas com esse livro: não existe um foco (os personagens são vampiros bruxos?!) eeee… a protagonista Zoey, eu simplesmente odiei essa garota.

Piter - Bruxos e Bruxas do James Patterson. - Olha, pra eu dizer que um livro de bruxas é ruim é porque tem que ser muito ruim mesmo. porque eu adoro esse tema. Acho que existem milhões de opções inexploradas ainda nesse campo que poderiam dar livros incríveis. mas o tio Patterson não soube usar esse leque de forma correta. o livro é puramente comercial, numa tentativa óbvia de tentar fazer virar filme. Ele esticou a história de forma desnecessária pra nos obrigar a comprar uma série, quando provavelmente toda ela deveria caber em um único livro. Eu detestei de verdade. Sei lá, acho que faltou amor dele pela história, isso não passou. Tem muitos livros que eu poderia colocar aqui nessa categoria, mas esse foi um bem decepcionante então resolvi colocar esse mesmo.

Nizete - Opúsculo, A Paródia The Harvard Lampoon - Comprei achando que ia me divertir, afinal par´dia de algo que está fazendo sucesso é sempre bem vindo, ainda mais quando você faz parte do grupo dos não simpatizantes. (Gosto do livro, não gosto do filme., não me lixem!) Mas... Nem tudo são flores, me enganei, apenas uma parte do livro é engraçadinho, a sinopse!

Paty Nayara – Sorte - Alice Sebold: Um dos livros mais forte que já li na vida. Temática pesada e marcante. Sofri muito quando li. É o tipo de livro que só precisa ler uma única vez para marcar sua vida. Super-recomendo conhecer a historia de Alice Sebold, autora de Uma Vida Interrompida. A autora conta quando estuprada na universidade e como sua vida mudou depois disso. 

Steph: Destino - Ally Condie: Ok. Eu parei na metade - quase final, mas não deu gente. A ideia da distopia foi boa,mas não gostei como foi executada. O livro não me pegou,parecia que eu tava só levando ele.


3.CICLO MENSTRUAL: Um livro que você relê constantemente.


Danielle Peçanha - John Green - A culpa é das estrelas - Não tenho costume de reler livros mas esse to relendo pela segunda vez e sempre que posso fico lendo os quotes marcados no meu livro. Essa história me emociona e os personagens são tão bem constituídos me apeguei demais a eles. E também assisti ao filme várias vezes.

Patrícia Paiva -  Harry Potter. Ilustrei com a capa do primeiro livro, porém me refiro a série toda. Não importa quanto tempo se passe, eu nunca irei me cansar de ler os livros.

Piter - Eu não tenho costume nem tempo de reler livros. Eu já reli alguns algumas vezes - óbvio - mas só os que eu precisava para aprender ou fixar algo. E depois, nunca mais. Mas se eu tenho que marcar um, então... acho que o único livro que eu releio sempre é o Vade Mecum.

Nizete - Ainda não reli nenhum livro, mas se comprei alguns livros que já li, significa que irei ler novamente, certo? Uso de exemplo O Diario de Anne Frank, com certeza vou reler.

Paty Nayara – Métrica – Colleen Hoover: Amo ler os poemas deste livro! Não sou de reler livros, só aqueles que ficam com uma pulga atrás da orelha, do tipo: “Eu li e não curti, mas todo mundo leu e amou!”, ai eu vou quero reler. 

Steph: Belo Desastre - Jamie McGuire: Pois é. Acho que foi o livro que mais reli da minha estante. Travis sabe te pegar de jeito e fzr vc querer repetir.

4.GRIPE: Um livro que se espalhou como vírus.


Danielle Peçanha- Suzanne Collins - Jogos Vorazes - Antes do filme quase ninguém conhecia esse livro, mas depois virou uma febre e até hoje é muito falada visto que ainda falta o último filme da saga, sucesso absoluto. Uma série que eu amo.

Patrícia Paiva - A Culpa é das Estrelas. Como toda boa gripe, esse livro chegou do nada e acabou comigo. No final eu estava totalmente destruída, em um estado realmente deplorável.

Piter - Um livro que se espalhou como vírus, e ainda está no ar, é o Se eu ficar, com absoluta certeza o mais viral da atualidade! (rs) E sim, eu fui contaminado e só li mesmo pela moda do filme. Caí de bobo, porque na verdade o filme é mil vezes melhor que livro.

Nizete - Crepúsculo - Stephenie Meyer - Não sou amante desse livro, justamente pelo "mi mi mi" do casal Edward e Bella, mas não vou negar que a história é boa e tem a junção de dois seres mais adorado pela galera Vampiros e lobisomens, foi sucesso. Tah, há quem tenha gostado do casal de vampiros (Hipnose coletiva)...Blah!


Paty Nayara – Cinquenta tons de cinza – E L James: Apesar de todo o Bullying que a trilogia sofre, não podemos negar que o livro virou o mundo literário de cabeça para baixo. Eu li e curti muito a leitura, devorei a trilogia. Leia... quem quer! Quem não quer e não curte, fica quieto e não abre a boca para falar mal do Sr. Grey! Valeuuuu... kkkkkkkkk acho que me empolguei! 

Steph: A culpa é das estrelas - John Green: E eu realmente acho que não podia ser outro, todo lugar em que vc possa ver alguém lendo, em sua maioria é esse livro com as nuvens na capa que você vê nas mãos deles.

5. ASMA: Um livro que te tirou o fôlego.


Danielle Peçanha - Michelle Hodkin - A desconstrução de Mara Dyer - Esse livro tirou me folêgo desde a primeira página, não conseguia parar de ler e de surtar junto com a protagonista, ela passa por tanta coisa que não tem como perder o fôlego junto com ela. Estou aguardando ansiosamente o desfecho dessa trilogia.

Patrícia Paiva - Battle Royale. Esse tirou mais do que o meu fôlego, ele me deu ataques cardíacos! É impossível conseguir respirar, principalmente na reta final do livro.

Piter - Correr ou Morrer, da série "Maze Runner"! Eu peguei pra ler por causa do filme, e achei o livro mil vezes melhor. Um suspense que realmente me prendeu e que eu não consegui parar de ler até chegar ao fim.

Nizete - Fortaleza Negra - Kel Costa - Adrenalina pura, já me pegou pelo pé ao declarar que Humanos e Vampiros viveriam juntos em "harmonia" sabemos bem o que isso vai dar... Daí mistura-se mitológico maus e cruéis, uma corrida contra o tempo para salvar a humanidade do caos que se alastrava, e pra completar um romance perigoso e gostosooooo!! Todas as minhas sensações foram testadas nesse livro. Amei!

Paty Nayara – Lista Negra – Jennifer Brown: Este livro é maravilhoso, emocionante e comovente. Com uma história que te conquista desde o primeiro capítulo e só vai ganhando intensidade ao decorrer da leitura.

Steph: Predestinados (Josephine Angelini): Siim, porque além do fato de tirarem meu ar,o que os dois têm em comum são a mitologia greco/romana e as reviravoltas no final que te deixam querendo as continuações.

6.INSÔNIA: Um livro que te tirou o sono.


Danielle Peçanha - Jojo Moyes - Como eu era antes de você - Esse livro me tirou o sono porque eu não conseguia de parar de pensar nele, se não me engano ele me tirou o sono por alguns dias após a leitura, tentando compreender o protagonista.

Patrícia Paiva - Esse foi bem difícil de escolher, são tantos que entram nessa categoria. Escolhi Garota Exemplar pois além de não me deixar dormir enquanto não terminava, ele não me deixou dormir depois que eu acabei também.

Piter - Um que me tirou o sono foi O oceano no fim do caminho! Um livro fantástico do Neil Gaiman. Quem não leu ainda, recomendo demais! Ele me fisgou completamente com a história das três mulheres da fazenda que, em toda a sua simplicidade, conheciam os segredos do universo e da vida dos homens e usaram suas forças para ajudar uma criança a lutar contra um ser sobrenatural. Fantástico mesmo. Eu li sem parar durante a noite toda até acabar deixando aquela dorzinha no coração... tipo "hmmmm não... não acredito que acabou". Eu quero continuação, tio Gaiman! Pfvr!

Nizete - Os Três - Sarah Lotz - Não tem como negar, esse livro me fez viver todas as situações apresentadas, foi muito real, como se do outro lado do mundo as coisas estivesse realmente acontecendo em tempo real. Não preguei os olhos, me deu aflição e insonia.

Paty Nayara – Divergente – Verônica Roth: Literalmente virei Divergente. E não pude ser controlada... Eu pirei com esse livro. Minha distopia que é amorzinho!

Steph: Stolen - Lucy Christopher: Me tirou o sono porque depois que terminei de ler, só pensava em chorar. De soluçar porque sou dessas hahahah.

7.AMNÉSIA:Um livro que você não se lembra muito bem.


Danielle Peçanha - Rebecca Stead - Amanhã você vai entender - Me lembro de ter gostado muito desse livro e o final ter me deixado confusa, mas não me lembro de mais nada da história, preciso reler esse livro.

Patrícia Paiva - Assassinato na casa do pastor. Esse foi apenas um dos vários livros que li e não me lembro perfeitamente da estória. Todos esses livros foram lidos quando era criança e muitas partes se perderam em algum lugar dentro desse meu cérebro maluco. Vou ter de fazer uma lista desses livros para reler todos.

Piter - Eu adoro séries policiais, mistério, mortes e ser surpreendido no final dos livros por aquele personagem ordinário que se fez de bonzinho a história toda. E é lógico que uma das minhas autoras favoritas tinha que ser a Aghata Christie. Na adolescência eu acho que li todos os livros dela, ou quase. E como já se vai mais de 15 anos disso eu tenho que admitir que muitos eu já não lembro exatamente o que acontecia. Cai o pano é um deles e eu pretendo reler um dia.

Nizete - O Caminho do Poço das Lágrimas - André Vianco - Sei que a história é bonita. reflexiva e passa uma linda mensagem, mas foi uma tanto arrastada que já esqueci o tempo passou e ela não ficou registrada na minha memoria.

Paty Nayara – Pollyanna - Eleanor H. Porter: Foi o primeiro livro que li na vida, faz muito tempo. Lembro vagamente que adorei o livro e a “Brincadeira do Contente”. 

Steph: Acho que não tenho amnésia literária!

8.DOENÇA DE VIAGEM: Um livro que leva para outro lugar, época ou mundo.

Danielle Peçanha - Cassandra Clare - Anjo Mecânico - Escolhi esse livro porque ele descreve muito bem os três itens pedidos, me levou para outro lugar LONDRES, me levou para outra época VITORIANA e me levou para outro mundo, cheio de fantasia e seres sobrenaturais. Amo essa série As peças infernais.


Patrícia Paiva - Também haviam vários que poderia ser citados aqui, mas escolhi O Senhor dos Anéis porque ele sempre me teletransporta para a Terra Média, me fazendo esquecer completamente da realidade. Pode ter uma bateria de escola de samba do meu lado que eu nem ao menos vou reparar, eu sou completamente sugada pela escrita de Tolkien.

Piter - Existem muitos livros com esse poder sobre mim, mas acredito que o que mais tenha me marcado sejam os da sequência As crônicas de Gelo e Fogo, porque o mundo todo de R. R. Martin é absolutamente incrível e fantástico, o cara é foda demais e eu amo mesmo, venero, quero tudo de lá, completamente doido quando se trata desse universo. (rs) 

Nizete - Artemis Fowl - Eoin Colfer - Fui para o mundo das fadas, conheci Elfos, Ogros, Diabretes, Trolls, viajei para Ártico, Atlântida, centro da terra, me evolvi com a máfia russa, tudo em companhia do prodígio Artemis Fowl, a capitã Holly Short e Butler. Uma mistura deliciosa de Indiana Jones, James Bond, no mundo das fadas. Incrível, fascinante, criativo e vicioso!

Paty Nayara – Maldição do Tigre – Collen Hock: O que posso dizer que fiquei tão viciada nesse livro e que viajei para Índia sem sair do meu quarto. O mundo fantástico do mundo de Ren e Kishan é viajante.

Steph: O duque e eu – Julia Quinn: Porque Londres regada de lindos vestidos, bailes e tudo mais são um sonho. E eu amei cada minuto desse sonho.

Indicamos para receber a tag os blogs:
►Escuta Essa
►Magia Literária
►Doces Letras
►Fome e vontade de ler
►Era uma vez o Livro